Kodaline atuam no Coliseu dos Recreios

  

kodaline-meomaresvivas-destaque-echoboomer

Os Kodaline vão passar pela mitica sala lisboeta a 24 de outubro para apresentarem o terceiro disco de originais, "Politics of Living", editado em setembro.

O quarteto de Dublin apresenta em Lisboa o novo trabalho, os Kodaline trabalharam pela primeria vez com um leque variado de escritores e produtores, incluindo o guru pop Wayne Hector, Jonny Coffer (Beyonce, Emeli Sande, Naughty Boy e Two Inch Punch (Rag 'n' Bone Man, Sam Smith). Este é o trabalho sucessor de "Coming Up For Air", editado em 2015 e Disco de Ouro no Reino Unido. Já o álbum de estreia, "In A Perfect World", vendeu mais de um milhão de cópias em todo o mundo e já soma mais de 200 milhões de visualizações no canal Vevo. 

Aqui fica o tema 'Worth It', gravado em acústico em Sintra.

Os Kodaline são Steve Garrigan (voz, guitarra, teclados, bandolim e harmónica), Mark Prendergast (guitarra, voz secundária e teclados), Vinny May (bateria e percursão) e Jason Boland (baixo e voz secundária).

Wild Youth são os convidados especiais para a abertura do concerto dos Kodaline já dia 24 de outubro no Coliseu de Lisboa.

A banda irlandesa que nasceu da amizade de quatro amigos, David Whelan, Conor O'donohoe, Ed Porter e Callum McAdam, tocam a sua música como uma marca de pop-rock com mistura de toques eletrónicos, com influências que vão desde, Imagine Dragons, The XX, The Script e The 1975.

Wild Youth lançaram o seu primeiro single "All or Nothing" em maio de 2017, tendo sido apresentado nas listas do Spotify que chegou a acumular mais de meio milhão de streams. "Lose Control", o segundo single, recebeu grande repercussão nas rádios irlandesas, que os levou a serem convidados a apoiar artistas como Niall Horan, The Script e Zara Larsson.