A importâncias das línguas estrangeiras na área da saúde

  

 

ESSV

A Escola Superior de Saúde (ESSV) do Instituto Politécnico de Viseu acolhe, no próximo dia 29 de janeiro, uma conferência subordinada à relação entre o domínio das línguas estrangeiras e a empregabilidade nesta área. 

De acordo com a professora da ESSV Odete Amaral, uma das organizadoras do evento, pretende-se “promover a reflexão sobre a importância das línguas estrangeiras na Enfermagem/Saúde", bem como "partilhar experiências profissionais e pessoais decorrentes das competências em línguas estrangeiras”. Por outro lado, acrescenta, esta conferência vai permitir o debate com peritos na área. 

Ao longo dos últimos anos, sucessivos relatórios da Comissão Europeia alertam para a importância da aquisição de competências em línguas estrangeiras, de um ponto de vista de promoção da empregabilidade. "Viver em comunidades multiculturais, prestar cuidados de enfermagem/saúde culturalmente sensíveis e de qualidade e executar uma prática baseada em evidências", recorda a ESSV, em comunicado, "exige um conhecimento em línguas estrangeiras (LE)". 

Esta conferência surge no âmbito de um projeto de investigação do Politécnico de Viseu: “Línguas Estrangeiras e Empregabilidade”, que pretende melhorar a empregabilidade dos diplomados, reforçando a competitividade da oferta formativa com base nas necessidades dos empregadores da região, em termos de competências em LE.

Informação adicional e inscrições on-line em: www.essv.ipv.pt