Católica no Porto promove curso sobre alimentos frescos pouco processados

  

Católica Porto 2

Formação europeia visa analisar questões relacionadas com os efeitos da pré e pós-colheita na qualidade dos produtos hortícolas e frutícolas.

A Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Católica no Porto recebe, de 10 a 12 de outubro, a 9ª edição do curso intensivo europeu em "Qualidade e Segurança de Frutos e Vegetais Minimamente Processados". A formação, organizada em cooperação com a Universidade de Foggia (Itália) e com o apoio do Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN), visa apresentar e debater as grandes questões, soluções e as mais recentes linhas de investigação europeias associadas a estes produtos que fazem parte do dia-a-dia de qualquer cidadão.

No primeiro dia do programa – que conta com um vasto leque de palestras e que aposta em vários momentos de networking entre os participantes –, serão debatidos os fatores fisiológicos que afetam a qualidade dos produtos minimamente processados e, também, o impacto das diferentes tecnologias de processamento e armazenamento na qualidade, segurança e vida útil de um produto fresco. O segundo dia do encontro irá abordar questões relacionadas com a desinfeção, as práticas mais comuns de fertilização, a prevenção de perigos em produtos processados e, ainda, pontos ligados à segurança alimentar e à logística e distribuição. O último dia será totalmente dedicado à análise de diferentes frutos e vegetais processados e à utilização de embalagens inovadoras para este tipo de produtos.

O encontro, dinamizado no campus Foz da Católica no Porto, encerra com a dinamização de uma mesa redonda focada na importância dos produtos frescos na alimentação. A formação, que conta com a participação de um conjunto de especialistas nacionais e internacionais, destina-se a profissionais do ramo alimentar e da área da segurança e higiene, a investigadores, a estudantes e, ainda, a empresas que atuem no setor.