Quase 44 mil novos colocados nas universidades e politécnicos

  

books-927394 960 720

Na primeira fase do concurso de acesso ao ensino superior público foram colocados 43.992 alunos nas universidades e politécnicos nacionais, menos 922 face ao ano anterior. Até dia 21 ainda podes tentar a tua candidatura às 7.290 vagas existentes. Os resultados são conhecidos a 27 de setembro.

Concentremo-nos no universo dos politécnicos para contar que o Politécnico de Leiria colocou 1.566 novos estudantes nas suas licenciaturas. Da oferta formativa no que respeita a licenciaturas, 26 cursos preencheram já a totalidade das vagas disponíveis. A ESAD.CR preencheu 99,4% das vagas disponíveis, seguindo-se a ESSLei e a ESECS, que ocuparam, respetivamente, 84,3% e 80,9% das suas vagas.

Já o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) vai receber 800 novos estudantes, confirmando-se o crescimento sustentado de colocados dos últimos quatro anos e consolidando-se como o 5º politécnico na atração de estudantes a nível nacional. Este número representa um crescimento de 250 estudantes face há quatro anos. Os dados dão conta também de 14 cursos de licenciatura com a totalidade das vagas preenchidas, nomeadamente nas áreas de saúde, informática, ciências sociais e ciências empresariais, que se mantêm assim no topo das preferências dos candidatos.
O presidente do IPS, Pedro Dominguinhos, mostra-se bastante satisfeito com os resultados e destaca "o crescimento de 9,25% de candidatos colocados em primeira opção face a 2017", mais 59 do que no ano anterior. Estes números são "reveladores da confiança dos estudantes e das suas famílias na nossa instituição que cumpre, em 2019, quarenta anos de existência, ao serviço da sociedade e da região de Setúbal, em particular", adianta o presidente. "Face ao número de candidatos existente nos regimes especiais de ingresso e aos 144 novos estudantes estrangeiros que chegam ao IPS na próxima semana, esperamos contar com cerca de 2000 novos estudantes nos campi de Setúbal e do Barreiro, preenchendo praticamente a totalidade das vagas existentes", conclui o presidente.

Quanto ao IPCB (Instituto Politécnico de Castelo Branco), são 971 os novos estudantes colocados nas licenciaturas, não existindo qualquer licenciatura do IPCB sem novos estudantes colocados. Concluída a 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA), foram colocados no IPCB 488 novos estudantes provenientes deste concurso. Acrescem 416 novos estudantes provenientes de outros regimes de ingresso e 67 novos estudantes provenientes do concurso local.

Bons resultados mostra também o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, num total de 667 vagas foram colocados 633 estudantes o que se traduz num aumento de 22 novos estudantes, face ao ano anterior. Com estes resultados o IPCA preencheu 95% das vagas disponíveis. O IPCA mantém-se assim como uma das três instituições de Ensino Superior politécnico do país com maior taxa de ocupação de vagas, logo a seguir aos politécnicos do Porto e Lisboa. De destacar ainda, nesta 1ª fase de acesso ao Ensino Superior, o aumento da procura pelo regime pós-laboral, no qual o IPCA preencheu a totalidade das vagas disponíveis.

O Instituto Politécnico de Viseu registou um número de 800 candidatos colocados na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES). A estes candidatos acrescem os novos estudantes colocados nos regimes de reingresso, mudanças de curso, concursos especiais (locais), num total de 546 alunos.