Moita celebra Dia Internacional da Tolerância

  

festival moita

No âmbito do PMIM – Plano Municipal para a Integração dos Migrantes, vários locais do concelho da Moita vão acolher, de 14 a 17 de novembro, o Festival "Um só Mundo pela Tolerância".

 

«A Moita assume-se como um concelho no qual os movimentos migratórios contribuem para a criação de um tecido populacional de diversidade, em que diferentes culturas, costumes e tradições têm vindo a contribuir para moldar a história e configuração deste território», explicam os responsáveis.

O Plano Municipal para a Integração de Migrantes "Um Só Mundo" (cofinanciado pelo FAMI) baseia-se na convicção de que todos, independentemente da sua origem, podem contribuir para a construção de um lugar de partilha, convívio e respeito, perspetivando o fenómeno migratório como um valor para o concelho da Moita. E é por este motivo que a Tolerância se assume como o mote deste Festival, destacando o dia 16 de novembro (Dia Internacional da Tolerância) como a data para celebrar o diálogo, a cooperação e o respeito entre todos como o caminho para quebrar barreiras.

Promover uma reflexão alargada que incentiva a "olhar para dentro" e compreender o modo como acolhemos e integramos quem vem de fora; dar voz às diferentes experiências e permitir a compreensão dos diferentes pontos de vista; combater a discriminação e promover o diálogo, respeito e cooperação são objetivos deste Festival, promovido pela Câmara Municipal da Moita, em parceria com Associação Cultural dos Imigrantes Moldavos - MIORITA, Associação de Solidariedade Cabo-Verdiana dos Amigos da Margem Sul do Tejo – ACVA, Centro Social O Bom Samaritano, CLDS 3G Moita "Moita Intervir para Incluir", Fundação Santa Rafaela Maria e Protocolo RSI – RUMO.

O programa do Festival é dirigido, consoante as iniciativas, a técnicos de diferentes áreas, à comunidade migrante, à comunidade escolar, às associações juvenis e à população em geral.