Master in Management da Católica-Lisbon é o 30.º melhor do mundo

  

catolicaLisbon

O Master in Management da Católica Lisbon School of Business & Economics continua a subir de posição no Ranking do Financial Times. Este ano, subiu ontem lugares, no melhor resultado de sempre desde que este programa entrou no reputado ranking há 8 anos.

Este resultado é motivo de grande orgulho para a Católica-Lisbon que tem vindo a assistir continuamente ao reconhecimento, por parte dos recrutadores internacionais, do talento e profissionalismo dos estudantes do Master In Management, que vem melhorando consistentemente a sua posição todos os anos.

Entre os vários critérios que contribuem para estes resultados, como a média salarial após a conclusão do Mestrado, ou a taxa de empregabilidade até 3 meses, o de maior relevância é o Career Progress, um indicador que mede a evolução do percurso profissional desde a conclusão do Mestrado até 3 anos depois. Esta evolução é aferida pelo grau de senioridade e a dimensão da empresa onde os graduados desenvolvem a sua atividade profissional.

Desta feita, neste critério, o Financial Times considera o Master In Management da Católica-Lisbon o 9.º melhor do Mundo, refletindo bem o que um programa de Gestão de sucesso deve fazer para servir de plataforma de lançamento para as carreiras dos seus graduados.

A Católica-Lisbon oferece ainda aos seus alunos uma experiência global, que inclui o acesso a 2 dos 10 melhores programas de mestrado do mundo, nomeadamente em França – ESCP Europe (5ª lugar no ranking), e em Itália - Università Commerciale Luigi Bocconi (6ª).

"É com um imenso orgulho que continuamos a ver os nossos programas a atrair cada vez mais estudantes talentosos, reconhecidos internacionalmente pelo mercado. Orgulhamo-nos de contribuir para a sua preparação e de servir como rampa de lançamento para um futuro profissional brilhante. Vamos continuar o nosso compromisso de contribuir para uma formação de topo em Portugal e no estrangeiro", afirma Nuno Fernandes, Dean da Católica-Lisbon.