Há que preparar antes de partir

  

image proximo

Se pensas viajar no próximo verão, reserva os teus voos já já, antes que os preços aumentem em janeiro. Assim o aconselha Carla Mota, autora, com Rui Pinto, do blogue Viajar entre Viagens e do livro 'Próximo Destino'. Dicas sobre viagens de sonho à medida da carteira de qualquer um, até mesmo de maçaricos.

1. Viajar sozinho ou em grupo?
Para quem nunca viajou e tem pouca confiança em fazê-lo sozinho é aconselhável ir em grupo. Mas o mais importante é ir. Não nos devemos prender pela companhia. Viajar implica sair da nossa zona de conforto e emm grupo sentimo-nos mais confiantes em termos sociais e de segurança.

2. Ir para fora cá dentro?
Nos tempos de liceu conheci Portugal de mochilas às costas, de comboio, autocarro ou à boleia. É importante começar-se por conhecer Portugal até por uma questão linguística: é fácil comunicar, desenrascar, pedir ajuda. Assim aprendem-se determinadas skills para futuras viagens. Não precisamos de ir muito longe para ver das paisagens mais bonitas do mundo. Olhamos para a Madeira e os Açores e pensamos: "é já ali e vou em qualquer altura". E não é assim: é de ir já!

3. Primeira viagem ao estrangeiro?
Sugiro um país do qual se domine a língua e só mais tarde territórios mais diferentes culturalmente, como os países árabes ou a China. Sentimo-nos atraídos por países exóticos mas essa "grande viagem" pode começar em Marrocos, aqui tão perto e económico. É uma viagem culturalmente muito diferente, com um orçamento bastante reduzido, que permite descobrir coisas novas como a religião, a arte, a gastronomia.

4. Prazer caro?
As viagens estão cada vez mais acessíveis a uma fatia cada vez maior de população. Vejo cada vez mais adolescentes a viajar, raparigas sozinhas, jovens que fazem o gap year. E agora, que o Interrail é gratuito para quem 18 anos, é de aproveitar.

5. Melhor altura?
Planeio as minhas viagens, voo e roteiro, com 3 a 8 meses de antecedência. Há a questão dos vistos, que encarecem as viagens, e das vacinas. Os estudantes só podem viajar nas férias escolares, quando os preços são muito elevados, a não ser que se comprem os voos com bastante antecedência. Já a estadia, quanto mais cedo se começar a procurar, mais oferta haverá. Há destinos, como Paris ou Londres, em que não dá para só tratar disso quando lá chegamos.

 

"Viajar... enriquece-nos na capacidade de aprender, através do contacto visual e do testemunho das pessoas. Uma vez chegados a um novo país somos despertados pela curiosidade. É a forma mais informal mas mais eficaz de aprender sobre a Cultura e a História. Um aluno que não viaja não tem o mesmo tipo de conhecimento, está num campo completamente diferente de abstração daquilo que é hoje uma sociedade global, o que é a multiculturalidade e os problemas de emigração atuais."

Todos os destinos podem ser à medida da tua carteira. Neste livro dos autores do blogue Viajar entre Viagens fica a saber como planear grandes viagens sem comprometer as suas finanças. 'Próximo Destino' é um guia que te oferece as melhores sugestões e dicas sobre alojamento, refeições, transportes, vistos e atividades para 30 viagens inesquecíveis: 10 grandes viagens; 6 percursos na Natureza; 7 escapadinhas culturais; 7 destinos de praia. Tudo destinos de sonho com um orçamento low-cost.