TNSJ desafia escolas a criarem Clubes de Teatro

  

TNSJ Fachada João Tuna

Projeto tem como objetivo a criação de um espetáculo a partir de Gil Vicente e contará com o apoio de uma equipa de formadores desta casa do Porto.

 

Em 1519, Gil Vicente apresentou o Auto da Glória à corte de D. Manuel, o último dos autos do conjunto das três Barcas. Quinhentos anos depois, o Teatro Nacional São João (TNSJ) convida alunos e professores do ensino básico, secundário, profissional ou superior a formarem os seus Clubes de Teatro e a construírem um espetáculo a partir da obra daquele que é considerado o pai do teatro português. As apresentações estão previstas acontecerem só em março do próximo ano, mas as inscrições estão abertas até 12 de outubro, para um máximo de 200 participantes.

O projeto surge no seguimento do reforço do Centro Educativo do TNSJ e tem coordenação artística de Nuno M Cardoso com Manuel Tur e Sara Barros Leitão, atores e encenadores já conhecidos da Casa. Para além destes Clubes de Teatro, podem ainda participar turmas ou grupos interessados em desenvolver na escola um projeto de realização escrita, plástica, multimédia ou gráfica a partir do universo de Gil Vicente que promova a interdisciplinaridade, convocando os professores de diversas disciplinas para o trabalho a ser desenvolvido de forma autónoma.

Ao longo do período de trabalho – que decorre entre novembro deste ano e março de 2019 –, os Clubes de Teatro criados contarão com o apoio de uma equipa de artistas e formadores do TNSJ que se vão deslocar até às escolas. As candidaturas e fichas de inscrição encontram-se disponíveis em www.tnsj.pt (Centro Educativo) ou podem ser solicitadas para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . Relembre-se que, no final do ano, Nuno Carinhas, diretor artístico do TNSJ, irá estrear Uma Noite no Futuro, uma produção própria da instituição que tem por base textos de Gil Vicente e, também, Samuel Beckett.