Leiria-In: Academia da Indústria em funcionamento

  

leiria 3

Arrancou hoje a academia Leiria-In. Feita a receção, foi o património da região que esteve em destaque. 

Quando se dirigiu aos 50 participantes do Leiria-In, o Vice-Presidente do Instituto Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, confessou contornar o protocolo. "Quero começar por convocar uma salva de palmas para estes estudantes que estão cá de corpo e alma para aprender". Realizado o pedido, o responsável destacou uma das principais oportunidades oferecidas por esta semana "em prol da indústria e da tecnologia": "mostrar o que esta região tem de diferente", nomeadamente "um tecido sócioeconómico que permite aos diplomados ser atores da inovação". 

O conhecimento da riqueza da região de Leiria foi mesmo uma das principais linhas orientadoras neste primeiro dia de atividades. No Museu de Leiria, o Técnico do Serviço Educativo deste museu recebeu os 50 participantes, explicando os objetivos da visita: "a ideia é explicar um pouco o território para que compreendam a identidade de Leiria". A viagem que partiu do Paleolítico e passou pela época Medieval, terminando com a visualização do documentário "Leiria: desenhando o futuro". "São os vestígios do passado que acabam por marcar a identidade do presente", concluiu Mário Coelho.

leiria 7

No mesmo sentido, o primeiro dia dos participantes do Leiria-In incluiu uma visita ao Castelo de Leiria e um passeio pelas margens do rio Lis. A caminhada terminaria no Parque da Cidade, com um exercício de escalada. 

leiria 4

leiria 1

A sessão de abertura ficou reservada para o final da tarde, onde vários representantes das instituições parceiras deram as boas-vindas aos jovens estudantes. Na cerimónia, Rui Pedrosa salientou alguns dos números que compõem esta academia de verão: 50 alunos de 44 escolas secundárias e profissionais que, vindos de 10 distritos diferentes, irão visitar 19 empresas. 

A Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Leiria, Anabela Graça, destacou um programa de atividades "cada vez mais relevante para os estudantes". Segundo a vereadora, "sentir, no final da semana, que estão felizes é uma excelente avaliação do trabalho realizado". Quanto ao futuro destes jovens, realçou, "quem sabe se não pode passar por aqui". Durante esta sessão, foi ainda exibido o vídeo da edição de 2014 do Leiria-In. 

O futuro dos jovens estudantes foi também referido pelo Presidente da Direção do NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria, Jorge Santos. Nesta semana de atividades, destacou, os jovens poderão ter "uma visão do que podem fazer no futuro. Quanto à iniciativa em si, acrescentou, ela é "uma parceria representativa das ligações entre as instituições públicas e privadas" da região de Leiria.

leiria 9

Já o Secretário-Geral da CEFAMOL (Associação Portuguesa para a Indústria dos Moldes), Manuel Oliveira, sublinhou a possibilidade de "contactar com empresas, instituições de ensino superior e centros de saber". No final, destacou, estes 50 jovens poderão ficar a conhecer o trabalho invísivel que sustenta cada produto que se compra quotidianamente no supermercado. As empresas visitadas durante esta semana, sublinhou, pertencem a "uma indústria forte e internacionalizada, com clientes em todo o Mundo". 

No mesmo sentido, o CEO da Forum Estudante, Rui Marques descreveu Leiria como "uma zona do País onde se encontra o melhor de Portugal". Conhecer os casos de sucesso da região poderá ainda trazer a estes estudantes uma nova luz sobre a riqueza nacional. "Espero que esta semana vos encha de orgulho em ser português". 

O dia terminou com um momento de interação, à luz do pôr-do-sol leiriense - uma atividade de quebra-gelo em que cada participante ficou a saber mais sobre os 49 colegas que o acompanham na academia da indústria.

leiria 10

leiria 11