Desvendar a anatomia de interiores da Casa Senhorial

  

e-flyer coloquio casa senhorial 29fev

A Escola das Artes da Católica do Porto apresenta o III Colóquio Internacional, que teve início ontem e decorrerá também durante o dia de hoje, no Auditório Carvalho Guerra. A sessão é dedicada à anatomia de interiores da Casa Senhorial.

A organização foi levada a cabo pelo CITAR – Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes da Escola de Artes da UCP, em parceria com a Fundação Casa de Rui Barbosa e do Instituto de História de Arte (IHA) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa.

O objetivo do colóquio prende-se com o desmistificar da constituição da Casa Senhorial e ainda dar a conhecer o propósito dos vários elementos de evolução da sua morfologia e modos de habitar, ao longo dos séculos. Alguns dos tópicos abordados na iniciativa prendem-se com o papel das escadarias, da varanda alpendrada, a ornamentação e pintura decorativa.

Ontem a sessão de abertura foi dedicada ao "Espaço interior, estrutura e programa distributivo" das casas. A conferência visou o esclarecer sobre diversos tópicos, entre os quais as especificidades dos palácios e casas senhorias em Portugal, Espanha e Brasil. As palestras da tarde foram subordinadas ao tema da ornamentação fixa.

O dia de hoje integra várias sessões, como por exemplo "A sala de música da Casa das Brolhas em Lamego" ou "Sobre o Império e a Honra". A parte da tarde será dedicada ao equipamento móvel como estojo de faqueiro e a sua importância na sala de jantar portuguesa durante os séculos XVIII e XIX, sendo que incide também sobre algumas casas nobres da elite portuense e objetos de luxo pertencentes, e ainda, o fenómeno dos móveis austríacos nas casas do Rio de Janeiro no final do século XIX.