Quando a Escola sai da sala de aula e sobe ao palco

  

 

10x10 10aTeia II Filipe Ferreira

Alunos da escola do Cerco apresentam projeto teatral no Mosteiro de São Bento da Vitória, no dia 25 de fevereiro, a partir das 10h00. O espetáculo nasceu no âmbito do projeto 10x10 - iniciativa que envolve a aplicação e reivenção dos conhecimentos apreendidos em sala de aula .

O projeto 10x10 aposta "numa estratégia de aprendizagem diferenciadora", explica o Teatro Nacional de São João, em comunicado. Uma inicativa da Fundação Calouste Gulbenkian a que o TNSJ se associou, este projeto pedagógico que junta, nesta edição, artistas e professores do 10.º ano de escolaridade de estabelecimentos de ensino de Lisboa, Oeiras, Porto e Loulé.

O 10x10, acrescenta a mesma fonte, fomenta a colaboração entre artistas e professores de diversas disciplinas do ensino secundário, com o objetivo de "desenvolver estratégias de aprendizagem eficazes na captação de atenção, motivação e envolvimento dos alunos em sala de aula". Por essa razão, esta iniciativa tem por base as áreas do conhecimento com que lidam quotidianamente e as matérias curriculares.

10x10 10aTeia III Filipe Ferreira
Créditos: Filipe Ferreira

A apresentação pública do trabalho desenvolvido por artistas, alunos e professores é de entrada livre e decorre já no dia 25 de fevereiro, das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 17h30, no Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto.

Nesta edição, no Porto, participam 26 alunos do 10 º ano de escolaridade da Escola Básica e Secundária do Cerco, onde a atriz e encenadora Rosário Costa trabalhou com as professoras Paula Santos (História) e Dárida Castro (Educação Física), tendo a coordenação ficado a cargo de Luísa Corte-Real, responsável pelos Projetos Educativos do Teatro Nacional São João (TNSJ).