Empreender é preciso!

  

Apresentacao PIN2

Nascido da colaboração de uma rede de 13 instituições de ensino superior politécnico, o projeto PIN – Polientrepreneurship Innovation Network – visa a promoção do empreendedorismo. 

Com um horizonte de execução de um ano, o projeto tem objetivos ambiciosos: envolver mais de 1500 estudantes e gerar 45 novas empresas nos domínios do conhecimento, tecnologia e industrias criativas. Metas a que se juntam 15 pedidos de registos de patentes e mais de 120 projetos de vocação empresarial.

A plataforma PIN assenta numa interface digital que oferece uma série de ferramentas facilitadoras dos processos de implementação de negócios. O sistema disponibiliza formação específica sobre temas relacionados com o empreendedorismo e criação de empresas, proporcionando aos participantes as condições para o desenvolvimento de ideias, soluções inovadoras e planos de negócio, num ambiente colaborativo. A plataforma é assim composta por módulos de e-learning, videoconferência, fórum de discussão e de mensagens privadas.

O PIN surge na sequência do Poliempreende, um programa de referência de apoio ao empreendedorismo que entra agora na sua 14ª edição. Ao longo de mais de uma década, esta iniciativa que engloba um total de 21 parceiros, entre instituições politécnicas, escolas superiores não integradas e escolas politécnicas das universidades, envolveu já um universo de mais de 100 mil estudantes. Os resultados falam por si, com 83 empresas criadas, 62 patentes registadas e uma taxa de sobrevivência das empresas de 77%.

Reconhecendo a validade da metodologia aplicada pelo Poliempreende para desenvolver as competências e o espírito empreendedor, o Grupo Delta é uma das empresas mais ativas no apoio a este projeto. Além do patrocínio ao prémio de empreendedorismo e inovação do Poliempreende, a Delta tem colaborado ativamente na motivação dos estudantes, incentivando-os a ultrapassarem as barreiras inerentes ao processo de criação de empresas. O Comendador Rui Nabeiro mostrou-se “satisfeito por assumir uma vez mais o papel de patrono desta iniciativa”.