Em Gaia, alcança-se "o futuro, abraçando o passado"

  

Corfu - Tos os participantes

No âmbito do programa ERASMUS+, o Agrupamento de Escolas dos Carvalhos, em Vila Nova de Gaia, desenvolve um projeto que combate os estereótipos associados aos movimentos de imigração. 

As atividades realizadas, avança este agrupamento, realizam-se tanto na própria escola como em instituições escolares parceiras sediadas em Espanha, Itália, Grécia, Letónia e Turquia. 

Desta forma, ao longo do ano, várias atividades têm sido desenvolvidas no sentido de refletir sobre a temática da imigração. A 15 de fevereiro, por exemplo, foi organizada uma palestra sobre a Plataforma de Apoio aos Refugiados. Já no dia 21 de março, celebrou-se o Dia de Luta contra a Discriminação Racial, onde foi exibido o filme Mikambaru, seguido de diálogo com a realizadora Vanessa Fernandes. 

Plantação de uma árvore - Meeting em Corfu
Momento de uma das iniciativas, com a plantação de uma árvore em Corfu, na Grécia

A comunidade escolar organizou ainda o acolhimento a uma família síria cjujos jovens vieram frequentar o Agrupamento de Escolas dos Carvalhos. Por outro lado, os alunos elaboraram também um vídeo relativo ao tema, intitulado Alcançando o futuro, abraçando o passado e que envolveu o "pessoal docente e encarregados de educação", explica o agrupamento. 


Vídeo elaborado pelos alunos do Agrupamento de Escolas dos Carvalhos (Fonte: Canal do Youtube PNC AECarvalhos)

O programa inclui ainda a participação em intercâmbios europeus, a plantação de árvores a produção de materiais promocionais da iniciativa.