21 885 47 30 | geral@forum.pt

Para o último dia, estava reservado um mergulho na riqueza geológica local, com a realização de um percurso geológico.

Com partida nos Portões de Peniche de Cima, o grupo de 50 estudantes do Ensino Secundário que este ano participam na Semana Tanto Mar aproveitaram a última manhã de atividades para realizar um percurso geológico, a pé e de autocarro, pela magnífica costa de Peniche. Quebrado, Moinho do Quebrado, Forte da Luz, Linho de Leste e Pedra dos Corvos foram algumas das paragens obrigatórias deste passeio que não serviu só para nos deslumbrarmos com a riqueza geológica local, com rochas e fósseis em destaque, mas também para apreciarmos a sua fauna e flora típicas, e ainda ficarmos a conhecer algumas curiosidades da História desta região.

“O concelho de Peniche é detentor de um importante património geológico de relevância internacional. As falésias calcárias que bordejam toda a Península de Peniche contam uma história contínua, com cerca de 25 milhões de anos, da evolução geológica do Jurássico Inferior de Portugal (entre os 200 e os 175 milhões de anos)”, orgulha-se o site do município.

DSCN0460

DSCN0517

Sob a orientação de Francisco Félix (professor na Escola Secundária de Peniche e geólogp), e Jorge Maia (em representação do Arméria – Movimento Ambientalista de Peniche), os jovens não poderiam ter encontrado guias mais sábios e entusiasmados sobre o tema para os acompanhar nesta aventura.
Na reta final da caminhada, o ilhéu da Papôa fez as delícias da comitiva, com as suas pontes e escadarias nas rochas. Este local de pesca bastante procurado, revela vestígios da conhecida Brecha Vulcânica. Trata-se de pequena península, ligada a outra península e a outra ainda. Aqui começa a praia do Baleal e se observam aves marinhas. Foi aqui que, em 1786 ocorreu o célebre naufrágio do navio de guerra espanhol, San Pedro de Alcântara.

Depois, ala que se faz tarde rumo à Ponta do Trovão, lugar sito na fachada norte da Península de Peniche e considerado pela comunidade científica internacional como tendo o melhor registo a nível mundial da transição entre os intervalos de tempo Pliensbaquiano-Toarciano (andares do Jurássico Inferior). Uau, bem podes dizer sobre este geomonumento. É que em 2014, tal reconhecimento deu azo à classificação pela International Commission on Stratigraphy da International Union on Geological Sciences, entidade tutelada pela UNESCO, deste sítio enquanto Global Boundary Stratotype Section and Point (GSSP) do Toarciano (Jurássico Inferior).

69587634 10156521651741461 6071832001210482688 n

 

Também o Farol do Cabo Carvoeiro tem uma história fascinante, ou não fosse um dos mais antigos da costa portuguesa - a seguir aos de N.S. da Luz (extinto), Guia, Roca, Serra da Arrábida (hoje Outão), Bugio e S. Julião – na cerca de centena ainda em funcionamento em Portugal. Em funcionamento em 1790, a cor vermelha da sua luz (num período de 2 segundos de luz e 4 de ocultação) explica-se pela proximidade com o Farol da Berlengas, que a Semana Tanto Mar também visitou no dia oficial desta Reserva Natural.

O Farol do Cabo Carvoeiro tem uma torre quadrangular de alvenaria branca, com lanterna e varandim vermelhos, de 27 metros de altura. A subida de mais de 100 degraus até ao topo como que queima os músculos das pernas mas, uma vez lá chegados, a vista compensa, conforme nos avisara o faroleiro de serviço. Este profissional da Autoridade Marítima Nacional, um dos 146 do País, partilhou igualmente connosco as alegrias e dificuldades deste ofício que, em 2016, seduziu a primeira mulher. Nesta derradeira etapa da Semana Tanto Mar, não houve não quem não sonhasse o que seria estar no seu lugar agora.

DSCN0533

Pub IPPortalegre
Pub Lisboa Games Week
Pub IPSantarem
Últimas - Semana Tanto Mar
Semana Tanto Mar
09 Setembro 2019

Para o último dia, estava reservado um mergulho na riqueza geológica local, com a realização de um percurso geológico.

Semana Tanto Mar
07 Setembro 2019

Sabem sobre que dia é a prosa de hoje? É sobre sexta-feira. Ainda não foi o último dia mas já soube a despedida.

Semana Tanto Mar
06 Setembro 2019

Investigação em biologia marinha, visita à Docapesca e inauguração do Festival dos Sabores foram o prato forte de mais um dia desta academia FORUM/Politécnico de Leiria.