Já depois de mais uma palestra da Associação de Motociclistas Cristãos (CMA), no Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, a última atividade da semana decorreu na passadeira junto à Escola Secundária Nuno Álvares, na avenida da cidade com o mesmo nome: um simulacro de atropelamento de um peão, por parte de um ciclista.

O exercício foi observado por cerca de uma centena de estudantes e, durante cerca de meia hora, as diferentes forças de segurança demonstraram o seu trabalho conjunto, no caso de resposta ao acidente: Polícia de Segurança Pública, Bombeiros Voluntários de Castelo Branco e Proteção Civil.

 

 

Simulacro de acidente encerra semana foco

 

 

Para o estudante Gabriel Farinha, esta ação é importante, uma vez que "mostra qual a forma adequada de responder a um acidente", de forma a que "a vítima possa receber a melhor assistência possível". A seu lado, a estudante Maria João Rodrigues realça que esta é também uma forma de "chamar a atenção para os perigos que existem" na via pública.

No final do exercício, a subdiretora da Escola Secundária Nuno Álvares classificou a ação de hoje como sendo de especial importância, tendo em conta que esta é uma zona da cidade com trânsito intenso. "Foi importante, não apenas para os estudantes, mas para todos os cidaãos que observaram", reforçou.

 

 

Simulacro de acidente encerra semana foco

Simulacro de acidente encerra semana foco

 

 

Depois do exercício de simulação, a Escola Secundária Nuno Álvares acolheu ainda uma palestra sobre segurança rodoviária (nomeadamente, ligada à condução de bicicletas na via pública) e as respetivas práticas de segurança, dinamizada em conjunto pela Associação de Ciclistas da Beira Interior (ACBI) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP).

Na mesma escola, o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, José Augusto Alves, fez um balanço positivo do programa anual da Castelo Branco Capital Jovem da Segurança Rodoviária, sublinhando o envolvimento de diferentes tipos de organizações, instituiçóes e associações do munícipio. "Este é um projeto que surge no seguimento do trabalho realizado pelo munícpio na segurança das pessoas e da promoção do munícipio", reforçou.

 

 

Simulacro de acidente encerra semana foco

 

 

A fechar a palestra, o Diretor da Forum Estudante, Gonçalo Gil, deixou uma ideia destinada a "estimular a reflexão" por parte dos estudantes: "Entre os 18 e os 24 anos, os acidentes de viação são a principal causa de morte. Pensem no que podem fazer para impedir que isto aconteça".

Pin It