"Acho que isto [campeonato do mundo] pode ser um bom trampolim para a modalidade, pode ser um evento de enorme sucesso, não só em termos organizativos, mas também pela visibilidade para a modalidade", comentou Fernando Pimenta à agência Lusa sobre o evento que resulta de uma organização da Federação Portuguesa de Canoagem, em conjunto com as autarquias de Montemor-o-Velho, Viana e Vila Verde e ainda com a Federação Internacional de Canoagem. São aguardados 1500 atletas oriundos de 90 países.

Fernando Pimenta, de 28 anos – atual campeão do mundo em K1 5.000 metros e vice-campeão mundial em K1 1.000 metros, bem como medalhado olímpico em Londres12 – assume que a canoagem portuguesa "atravessa uma boa fase" e que a visibilidade trazida por competição trará "melhores apoios" e "atrairá novos talentos". Por cá, estes começam a abundar, já que nos recentes Jogos Europeus Universitários, graças ao esforço de atletas da Universidade de Coimbra, o nosso país conquistou seis medalhas. Francisca Laia arrecadou três ouros, David Varela bisou no ouro e venceu uma medalha de prata, e Bruno Afonso também levou uma de prata. Tal trio vai competir nos Mundiais pela seleção nacional. O mesmo se espera de Emanuel Silva e Teresa Portela, estes já valores mais dos que reconhecidos.

canoe-1763394 960 720

Outras competições
Este verão Portugal será o primeiro país na historia da modalidade a realizar no mesmo ano e com apenas uma semana de diferença os campeonatos do Mundo seniores de Velocidade e Paracanoagem e de Maratona em 2018. «É o seu maior e mais importante desafio da história da canoagem Portuguesa», lê-se na página oficial da iniciativa. No total serão quatro os eventos a realizar na disciplina de maratona, dois na Velocidade e ainda um na Canoagem de Mar, este último em parceira com a NELO.

Este desafio levou à criação do lema Canoeportugal, que se traduz num portal de partilha de informação de todos os eventos. É que se de 22 e 26 de agosto, decorre o Campeonato do Mundo de Velocidade e de Paracanoagem, «a prova mais importante a nível mundial da modalidade de canoagem e que contará com um total de 30 eventos, dos quais os 10 olímpicos e ainda 6 paralímpicos dos 9 em disputa nesta categoria», antes disso, de 14 a 16 de agosto, realiza-se o mundial de Masters no CAR (Centro de Alto Rendimento) de Montemor-o-Velho, a disputar nas distâncias de 200, 500 e 1000 metros.

Em setembro, nos dias 3 e 4, será tempo de mais uma taça do Mundo de Masters em Maratona. A semana termina com a realização do Campeonato do Mundo de Maratona, a ser disputado nas categorias de Seniores, Juniores e Sub23 entre os dias 6 e 9 de setembro. Estes eventos terão como palco a localidade de Prado (Vila Verde), numa organização do próprio município e do Clube Náutico de Prado.

kayaking-569282 960 720

As Seleções
Em Portugal, existem diversas Equipas Nacionais de Canoagem, divididas pelas diferentes especialidades/disciplinas.

Velocidade – Abrange equipas Sénior, Sub23, Júnior e Cadete. Os três primeiros competem em Campeonatos da Europa e do Mundo, e em três taças do Mundo. A Equipa Nacional Cadete normalmente compete numa competição Internacional denominada Olympic Hopes. Esta é uma especialidade Olímpica e realiza-se nas distâncias de 100, 200 e 500 metros. Portugal usufrui de uma residência Universitária, onde se encontram em estágio permanente alguns dos melhores e mais promissores atletas nacionais.

Slalom - Especialidade Olímpica representada por uma equipas Sénior, Sub23 e Júnior. As competições internacionais nesta especialidade são o Campeonato do Mundo de Seniores, Campeonato do Mundo de Juniores, Europeu de Seniores e Europeu de Juniores e de Sub23. Estas competições têm periodicidade anual, com a exceção do Mundial de Juniores que se realiza apenas de dois em dois anos. Anualmente são ainda promovidas três a cinco taças do Mundo.

Maratona - Especialidade não Olímpica, representada internacionalmente por uma equipas de Seniores, Sub23 e Júnior. Anualmente são realizados, simultaneamente, os Campeonatos do Mundo e da Europa para as três categorias. São ainda promovidas anualmente entre uma a duas taças do Mundo, num novo formato com provas mais curtas.

Kayak Polo - Especialidade com uma Equipa Sénior e uma Sub21, ambas Masculinas. São realizados alternadamente o Campeonato da Europa e Campeonato do Mundo.

Canoagem de Mar - Nova vertente da modalidade com Portugal, contando com uma equipa nacional desde 2013, por ocasião do primeiro Campeonato do Mundo, que teve lugar em Portugal.

Kayaksurf - Portugal organizou a primeira equipa Nacional no ano de 2015, para a participação no Mundial organizado em Espanha.

Pin It