21 885 47 30 | geral@forum.pt

Comissão Europeia celebra o 30.º aniversário das atividades Jean Monnet que promovem os estudos europeus em todo o mundo.

Realiza-se hoje um evento de celebração dos 30 anos das atividades Jean Monnet. Estas ações inscrevem-se no quadro do programa Erasmus+ e visam "promover a excelência, a nível mundial, do ensino superior orientado para os estudos europeus", bem como criar laços entre universitários, investigadores e responsáveis políticos, explica a Comissão Europeia. 

De acordo com o mesmo organismo, entre 1989 e 2019, as atividades Jean Monnet apoiaram mais de 1000 universidades em cerca de 100 países, oferecendo a oportunidade de acrescentar, nos seus programas curriculares, cursos de estudos europeus. Atualmente, 300 mil estudantes beneficiam, a cada ano, desta iniciativa.

A cada ano, as atividades Jean Monnet financiam mais de 250 novas medidas, envolvendo cerca de 9 mil professores universitários e numerosas outras pessoas e instituições. Até ao momento, foram apoiadas mais de 5 mil ações. A proposta da Comissão Europeia para o futuro programa Erasmus (2021-2027) prevê o alargamento das atividades Jean Monnet a outros setores da educação, nomeadamente às escolas, para aumentar a sensibilização dos jovens para a União Europeia.

 

Necessárias "mais do que nunca"

Para o Comissário Europeu da Educalão, Cultura, Juventude e Desporto, Tibor Navracsics, esta celebração surge num momento em que as ações do programa "são mais do que nunca necessárias". "Geram conhecimentos que reforçam a União Europeia e melhoram a compreensão da integração europeia, especialmente entre os jovens", detalhou, antes de revelar que "a próxima etapa consistirá em alargar estas atividades às escolas".

Ao adquirirem, desde muito cedo, conhecimentos sobre a União Europeia, os jovens "estarão melhor capacitados para se tornarem cidadãos europeus informados e empenhados nos processos democráticos que moldarão o seu futuro", concluiu Navracsics.

Pub IPPortalegre
Pub IPSantarem
Pub ENEGI2019
Últimas - Estudantes
Estudantes
19 Agosto 2019

A eduroam atingiu, em 2019, o máximo da sua cobertura, chegando agora a 101 países. Em 2003, tudo começou com um projeto de seis países, onde se incluía Portugal. Sabe tudo sobre esta rede que, em Portugal, é gerida pela Unidade de Computação Científica Nacional da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Estudantes
24 Julho 2019

Uma escola secundária de Taiwan defende a ideia de uniformes sem género. A novidade é válida para 2 mil alunos a partir do próximo ano letivo.

Estudantes
24 Julho 2019

Pedro Rocha, do 1.º ano do Curso Técnico Superior Profissional de Design de Calçado, venceu o concurso “Free Your Mind”, organizado pela empresa Vapesol.