21 885 47 30 | geral@forum.pt

O quinto dia da semana dedicada à economia social teve como factor comum o rio e a cultura a ele associada – factores ligados à atividade das instituições locais.

Quando o presidente da GSSDRC de Miro perguntou a Manuel Bento se queria deixar algumas palavras aos 50 participantes do Portugal Social on the Road, o barqueiro foi breve: “só quero dizer que esta era uma vida dura”. De pé no leito do Mondego, dentro da canoa típica desta região, o barqueiro apontou para a ponte do IP3 e acrescentou: “não havia esta estrada. Nem outras. A estrada era o rio”.

IMG 0386

O rio está muito presente no património histórico e cultural da localidade. Conforme explicou o presidente do GSSDRC de Miro, Manuel Nogueira, “o rio era o principal canal de comunicação com a Figueira da Foz” e, por arrasto, com todos os produtos existentes no litoral. Do interior seguiam a lenha, a carqueja e a roupa lavada. Do mar, chegava o sal, essencial para a conservação dos alimentos.

Hoje em dia, o rio é uma presença diária na atividade do grupo GSSDCR de Miro. Através do seu pólo desportivo, o grupo organiza regularmente descidas de caiaque e canoa até Coimbra. Da parte da manhã, os jovens puderam desfrutar de um pouco desta experiência, passeando de caiaque e vendo de perto a réplica da canoa típica.

Depois do almoço no complexo social do GSSDCR de Miro, seguiu-se uma visita à primeira sede da instituição, hoje local de produção de muitos dos seus bens, como sejam as bolachas de flor de sal e ervas aromáticas, a broa tradicional ou os mais variados licores. Durante a visita, os participantes puderam assistir e até participar nos diversos métodos de produção.

IMG 0422

Foi também com vista para o rio que o Presidente da Câmara Municipal de Penacova, Humberto Oliveira, recebeu os 50 participantes. "Queremos afirmar-nos como um local para fazer desportos na natureza", referiu, acrescentando, "simultaneamente, temos dois patrimónios inegualáveis no país: o Mosteiro de Lorvão e o maior núcleo de moinhos de Portugal". De seguida, o Grupo Folclórico de Ribeira Quente (São Miguel), também de visita ao GDSSCDR de Miro, realizou uma pequena atuação. 

IMG 0322

Moinhos com e sem água
Perfilados no topo de uma encosta da Serra da Atalhada, contam-se 23 moinhos de vento, sendo que alguns foram recuperados para fins de habitação. Aqui, os jovens puderam desfrutar de uma vista privilegiada sobre as encostas do rio Mondego.

IMG 0460

Do cume à margem do rio, seguiu-se uma viagem até ao rio Alba, afluente do Mondego, mais concretamente, à praia fluvial do Vimieiro. Depois de uma visita aos moinhos de água (ou azenhas), chegou a altura de experimentar as águas impolutas do rio.

IMG 0503

Ao final da tarde, o autocarro do Portugal Social fez-se à estrada, com destino marcado para a Lousã. A noite fez-se de convívio e celebração, durante o jantar de despedida, onde não faltou novo bolo de aniversário.

IMG 0517

{module Pub}

{module Always On}

Pub Lisboa Games Week
Pub Megafinalistas
Pub Study Abroad Portugal
Últimas - Forum
Forum
30 Novembro -0001

"Media e Populismo" é o tema em debate na 1.ª edição da Lisbon Winter School for the Study of Communication, iniciativa organizada pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, que terá lugar entre 15 e 19 de janeiro.

Forum
30 Novembro -0001

No dia 16 de janeiro, entre as 09h30 e as 12h30, o Campus de Lisboa da Universidade Católica Portuguesa acolhe uma aula aberta no âmbito da Pós-Graduação em Dor do Instituto das Ciências da Saúde.

Forum
30 Novembro -0001

Alunos finalistas da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra organizam evento no dia 17 de janeiro, a partir das 19h30.