21 885 47 30 | geral@forum.pt

Os trabalhos do Encontro Nacional de Gabinetes de Imagem e Comunicação das Instituições de Ensino Superior continuam, na Foz do Arelho. A fechar a manhã, tempo para uma sessão sobre os serviços e ferramentas disponibilizados à comunidade académica pela Unidade de Computação Científica Nacional – FCCN.

A sessão começou com uma votação. Através de uma plataforma online, foi possível diagnosticar, em tempo real, quais as ferramentas e serviços da FCCN mais utilizadas pelos gabinetes de imagem e comunicação. O resultado final tomou a forma de uma word cloud, com serviços como o Filesender ou o Colibri a ocuparem um lugar de destaque.

Em representação da Unidade de Computação Científica, Nélson Dias, destacou que o objetivo desta apresentação centrou-se, precisamente, em "dar a conhecer ferramentas que podem ser úteis para o Ensino Superior". Nomedamente, realçou, no que diz respeito à ação dos gabinetes de comunicação e imagem das Instituições de Ensino Superior.

SJR 9682Nélson Dias detalhou alguns dos serviços disponibilizados pela FCCN (Foto: Rafael Vaz)

Esta complementariedade fica patente nos objetivos e missão da FCCN – a unidade da Fundação para a Ciência e Tecnologia que procura “dar ferramentas à comunidade académica e de investigação", de forma a potenciar a inovação e auxiliar as instiuições de ensino. "Queremos auxiliar as instiuições a chegar mais longe“, sublinhou Nélson Dias, destacando os cinco pilares de ação em que se inserem os serviços FCCN: Conetividade, Computação, Colaboração, Segurança e Conhecimento.

O orador começou por realçar os serviços na área da Segurança, em que serviços como o RCTS Certificados implicam "uma poupança de 250 mil euros anuais às Instituições de Ensino Superior“. Na mesma área, foi ainda realçado do papel do RCTSaai – uma infraestrutura de autenticação federada que simplifica o acesso aos serviços FCCN, permtindo a segmentação de conteúdos e utlizadores.

Conectar e comunicar
A apresentação centrou-se depois em alguns serviços destacados como especialmente relevantes para ação dos gabinetes de comunicação e imagem. O orador começou por destacar o Colibri – uma plataforma de partilha de áudio e vídeo que "permite agilizar reuniões à distância ou trabalhos de tutoria, por exemplo“. Em 2017, o Colibri registou um crescimento de quase 50% face ao ano anterior, com 35 mil participantes a nível nacional. Todos estes conteúdos podem depois ser gravados, em disco ou na cloud.


IMG 0876

Ainda na área do vídeo, a FCCN disponibiliza um serviço de transmissão de eventos, aulas ou canais internos de TV para todo o Mundo: o Videocast. O orador destacou ainda algumas das funcionalidades deste serviço que permite partilha de dados, criação de estatísticas, colocação de branding e inclusão de chat. 

De igual forma, os membros da sua rede têm acesso ao Estúdio FCCN – uma infraestrutura profissional de criação de vídeo que está aberta para utilização gratuita por parte da sua comunidade. O espaço pode ser utilizado para criação de conteúdos como aulas, conteúdos de e-learning ou MOOC's (Cursos Online Abertos e Massivos). O facto do estúdio se encontrar geograficamente distante de muitas das instituições de ensino é um detalhe facilmente ultrapassável, destacou Nélson Dias: “Mesmo estando em Lisboa e envolvendo deslocações, é uma opção que implica muito menor investimento do que um estúdio profissional”.

IMG 0857

Outra das plataformas relacionadas com esta área é o Educast, um serviço que permite a criação de vídeos educativos, oferecendo aos utilizadores a possibilidade de gravar, editar e publicar conteúdos como aulas ou eventos. De acordo com Nélson Dias, algumas vantagens desta plataforma passam pela facilidade de uso, a ausência de publicidade e a integração, no mesmo portal, de diferentes áreas de conhecimento. “A ideia de base do Educast é tornar o processo de gravação de aulas o mais simples possível”, reforçou.

 Colaboração superior
Os serviços relacionados com a comunicação das instiuições de ensino centram-se, sobretudo, na área da colaboração. Nesse mesmo pilar, o Filesender foi destacado como uma plataforma que permite o envio de grandes ficheiros, ultrapassando os limites de tamanho colocados em serviços comerciais.

Outro dos serviços realçados como relevantes para a atividade dos gabinetes de imagem e comunicação foi o Arquivo.pt. Através deste serviço de preservação da web portuguesa (que permite a navegação em versões antigas do website), é possível aos gabinetes “colocar o site da sua instituição e compreender como evoluiu esteticamente ao longo dos anos”, realçou Nélson Dias.

SJR 9686Sessão incluiu dois momentos de votação online (Foto: Rafael Vaz)

Uma das adições mais recentes à oferta de serviços FCCN é o Projeto NAU. Criado em 2018, esta iniciativa para a formação de uma plataforma de ensino à distância para grandes audiências está em pleno andamento, permitindo a criação de cursos massivos online. Neste momento, estão a ser publicados os primeiros cursos: uma formação de cibersegurança, da responsabilidade da DGE ou um curso de Acessibilidade Web, criado pelo Politécnico de Leiria, são alguns exmeplos. “Este é um projeto a reter e que funciona em sinergia com outros serviços FCCN, como o Estúdio ou o Educast”, realçou Nélson Dias.

O orador destacou ainda as Jornadas de Computação Científica enquanto o ponto de encontro de “todos os envovidos na disponibilização de infraestruturas e serviços avançados”. Este ano, o evento realiza-se em Ponta Delgada, nos Açores, entre 6 e 8 de maio.

A sessão terminaria como começou, com a votação, em tempo real, dos serviços que os participantes desconheciam e que “gostariam de utilizar”. Arquivo.pt, Educast, Colibri e Filesender recolheram muitos dos votos, num exercício cuja a relevância foi destacada por Nélson Dias. “Momentos como este são importantes para perceber quais são as necessidades da comunidade”, concluiu.

Pub IPPortalegre
Pub IPSantarem
Pub ENEGI2019
Últimas - G-icom
G-icom
18 Janeiro 2019

Os trabalhos do Encontro Nacional de Gabinetes de Imagem e Comunicação das Instituições de Ensino Superior continuam, na Foz do Arelho. A fechar a manhã, tempo para uma sessão sobre os serviços e ferramentas disponibilizados à comunidade académica pela Unidade de Computação Científica Nacional – FCCN.

G-icom
18 Janeiro 2019

Como podem as instituições de Ensino Superior otimizar a sua estratégia de mobile marketing no recrutamento de estudantes? Carolina Afonso, Diretor of Marketing da Konica Minolta, explica de que forma no segundo dia do 7.º G-icom – Encontro Nacional de Gabinetes de Imagem e Comunicação do Ensino Superior.

G-icom
18 Janeiro 2019

O segundo dia do encontro nacional especializado nas formas de comunicação das Instituições de Ensino Superior arrancou com a discussão sobre a utilidade dos bots.