21 885 47 30 | geral@forum.pt

Arthur Less é o protagonista de 'Less', romance de Andrew Sean Greer que chega a Portugal a 17 de maio.

Da coleção de prémios e distinções desta obra que começou por ser autobiográfica destacam-se seis meses no pódio de bestsellers do New York Times e o facto de ter sido considerado como um dos melhores livros de 2017 por publicações como o San Francisco Chronicle, o San Jose Mercury News, o New York Post ou a Paris Review, entre muitos outros galardões.

'Less' chega às livrarias a 17 de maio, com a divertida e atribulada história deste homem de quase 50 anos, Arthur Less. Escritor de carreira discreta e demasiado mediana, luta com as suas dúvidas e inseguranças e tenta sobreviver num meio de egos devoradores. Um dia é convidado para um casamento que descobre ser o do seu ex-namorado com outra pessoa. Assim começa o longo périplo que antecede o seu quinquagésimo aniversário: tentando fugir à dolorosa cerimónia, Less aceita convites para participar em leituras, festivais literários e palestras um pouco por todo o mundo. De França à Índia, da Alemanha ao Japão, do México a Itália e a Marrocos, Arthur Less quase se apaixona, quase desiste, quase morre, mas acaba por encontrar o seu caminho de regresso a casa e à vida.

Um romance satírico sobre o amor, o avanço da idade, o desencontro e as profundezas do coração humano. "O leitor vai chorar lágrimas de alegria", "Maravilhoso, inesperado, tenramente cómico" e "Quem não precisa de uma boa gargalhada?", são algumas das críticas internacionais desta obra. 

Andrew Sean Greer é autor de vários romances, alguns deles bestsellers. Deu aulas em várias universidades e foi jurado de muitos prémios literários, entre eles o National Book Award. Foi bolseiro do National Endowment for the Arts e da Fundação Guggenheim. Em 2018, foi galardoado com o Prémio Pulitzer para Ficção. Vive em São Francisco.

O Prémio Pulitzer é um prémio norte-americano atribuído a pessoas que realizem trabalhos de excelência na área do jornalismo, literatura e composição musical. É administrado pela Universidade de Colúmbia, em Nova Iorque. Foi criado em 1917 por desejo de Joseph Pulitzer (jornalista e editor de origem judia) que, à data da sua morte, deixou dinheiro à universidade. Parte do dinheiro foi usada para começar o curso de jornalismo na universidade em 1912. O primeiro Prémio Pulitzer é anunciado sempre em abril. Os nomeados são escolhidos por um grupo independente. Os prémios são anuais e divididos em 21 categorias. Em vinte delas, os vencedores recebem um prêmio de dez mil dólares em dinheiro e um certificado. O vencedor na categoria Serviço público de Jornalismo ganha uma medalha de ouro; o prémio de Serviço Público é sempre dado a um jornal, não a um indivíduo, mesmo que um indivíduo seja citado. 

Pub Lisboa Games Week
Pub IPSantarem
Pub Study Abroad Portugal
Últimas - Livros
Livros
20 Setembro 2019

O que são as alterações climáticas? Quais são as suas consequências? Quem é a Greta Thunberg e como é que mobilizou milhões de jovens em todo o mundo a lutarem por um planeta mais verde?

Livros
17 Setembro 2019

De entrada gratuita, as sessões do próximo semestre integram textos de uma vasta seleção promovida pelo Comité Português da EURODRAM

Livros
16 Setembro 2019

Cerca de 300 anos depois do nascimento do mais relevante filósofo do Iluminismo, Andrew S. Curran conta-nos com entusiasmo a história da vida de Diderot e também as das suas últimas obras-primas, desconhecidas na sua época e escritas para a posteridade