21 885 47 30 | geral@forum.pt

Graças ao tema 'Faith & Wine', Flávio Cristóvam foi o único português a vencer uma categoria da International Songwriting Competition, à qual concorreram 16 mil canções. Natural da Terceira, este cantautor de 30 anos apresenta agora os seus 'Hopes & Dreams' em forma de álbum.

Viver nos Açores e fazer música é muito difícil porque há muitas barreiras pela questão insular. Os grandes centros, onde tudo acontece, não são aqui”, conta-nos Flávio Cristóvam, antes de revelar: “Decidi participar em concursos porque poderiam dar-me alguma exposição”. A verdade é que este terceirense acabou por vencer alguns certames nacionais e, embalado, exportou a sua música para o mundo. “Tentei o International Songwriting Competition pelo painel de jurados, que são sempre músicos de renome internacional. O propósito era que essas pessoas ouvissem a minha música.”

Por “essas”, Cristóvam quer dizer figuras como Tom Waits, Keane e Grant Lee Phillips. “Nunca pensei que fosse ganhar. Sabia era que, para que a minha música fosse ouvida, eu tinha de chegar à final. E à final só chegavam 10 de entre 16 mil canções. Só isso já era algo impensável, um sonho. Quando entrei na final foi uma festa gigante. Ainda por cima fi-lo em duas categorias”, recorda. Com a canção 'Faith & Wine', Cristóvam venceu na categoria de artista sem contrato discográfico e recebeu uma menção honrosa na dos cantautores folk. O prémio consistia em material de música. Tudo bem, é essa sua paixão, desde os tempos em que herdou a colecão de discos do avô, um pioneiro da rádio na Terceira.

Cristovam Laure Geerts c

As esperanças e os sonhos
'Hopes & Dreams' é o seu primeiro álbum a solo, gravado por Pedro Villas Silva nos estúdios Namouche (Lisboa), mas no qual trabalhou durante três anos. O segundo single é 'Red Lights', tema que inesperadamente acabou por contar com a participação de músicos de projetos como Orelha Negra, Amor Electro, Toranja ou Donna Maria.

“Gostava de escrever um livro sobre o processo como este disco foi feito. Foi feito de forma totalmente independente, por pessoas que nele acreditaram e quiseram trabalhar comigo. Quando fui para estúdio queria experimentar tudo. E assim aconteceu”, assegura. A qualidade do inglês cantado e a singularidade da sua sonoridade no panorama nacional, num folk de voz bem grave e doce, podem levar o público a crer que está a ouvir um artista estrangeiro. “Nem sempre é bom que presumam isso, porque podem perder o interesse”, confessa o músico cujo álbum foi, entretanto, editado na Bélgica.

Outra prova da extensão da sua música: O realizador Pedro Varela incluiu o tema 'Burning Memories' no filme 'A Canção de Lisboa'. A música de Cristóvam é, mais que evocativa, cinematográfica, ou não contasse ele também com algumas campanhas publicitárias no seu CV. Hopes & Dreams já levou Cristóvam a palcos estrangeiros, na primeira parte da tour europeia do australiano Stu Larsen. No início deste ano acompanhou Scott Matthews na sua digressão por Portugal. A 25 de maio, atua no festival Microsons, em Oeiras.

(Fotos de Timothy Lia e Laure Geerts)

Pub Guia Pós-Graduações 2019
Pub Huawey PSmart+
Pub
Últimas - Entrevista
Entrevista
07 Junho 2019

A modelo Teresa Procopiak é a sobrevivente de um dos casos mais graves de anorexia de que há registo. Com 1,82m chegou a pesar apenas 29 kgs, num drama que durou 10 anos. Em entrevista à FORUM, falou sobre a experiência de lidar com esta doença. 

Entrevista
16 Maio 2019

Graças ao tema 'Faith & Wine', Flávio Cristóvam foi o único português a vencer uma categoria da International Songwriting Competition, à qual concorreram 16 mil canções. Natural da Terceira, este cantautor de 30 anos apresenta agora os seus 'Hopes & Dreams' em forma de álbum.

Entrevista
09 Maio 2019

Mafalda Creative tem apenas 20 anos mas é uma das mais populares youtubers nacionais, ao ponto de ter vencidoo prémio “Internet Star Portuguesa Favorita". Esta é uma oportunidade única de ficares a conhecê-la.