21 885 47 30 | geral@forum.pt

'Eu Sou Dinamite! é a biografia do poeta-filósofo Friedrich Nietzsche, pela mão da historiadora da arte, romancista e biógrafa premiada Sue Prideaux.

Esta biografia é destruidora de mitos: A autora mostra-nos que Nietzsche, habitualmente visto como ameaçador, é afinal um homem brilhante, excêntrico e profundamente perturbado, ao mesmo tempo que clarifica acontecimentos e pessoas que moldaram a sua vida e o seu pensamento.

Segundo a crítica internacional, esta é “uma narrativa de grande qualidade, por vezes extremamente comovente”. Partindo da educação calma e devotamente cristã de Friedrich Nietzsche, ensombrada pela morte misteriosa do pai, passando pelo filosofar solitário nas altas montanhas, até ao horror e pathos da descida final à loucura, Sue Prideaux explora a vida intelectual, emocional e espiritual do filósofo com discernimento e sensibilidade.

A obra está repleta de retratos inesquecíveis das pessoas que foram importantes para ele, como a sua irmã Elisabeth, cegamente nacionalista e antissemita, que o traiu manipulando os seus textos e pondo-os nas mãos dos nazis para serem alvo de abusos sem fim.

Morten Høi Jensen, do The Los Angeles Review of Books, comenta que esta obra é "Magistral". "O que distingue esta biografia de Nietzsche das publicadas anteriormente é a sua intimidade vibrante. Trocando o rigor filosófico pela presença humana, aproxima-nos mais de Nietzsche do que todas as que a precederam", diz o crítico.

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Pub Guia Pós-Graduações 2019
Pub Huawey PSmart+
Pub Guia Prático Estudante 2019
Últimas - Livros
Livros
29 Maio 2019

A 30 de maio, a Porto Editora publica 'No Passado e no Futuro Estamos Todos Mortos, uma coleção de mais de 200 crónicas.

Livros
27 Maio 2019

Já chegou a Portugal o mais recente livro dos suecos Lars Kepler, o sétimo título das aventuras protagonizadas pelo inspetor Joona Linna. 

Livros
23 Maio 2019

A 89ª edição apresenta 32 novos pavilhões, num total de 328. Serão 636 as marcas editoriais presentes no Parque Eduardo VII até 16 de junho.