21 885 47 30 | geral@forum.pt

Estudantes do Ensino Secundário ficaram a conhecer as licenciaturas de Comunicação Social e Cultural, Línguas Estrangeiras Aplicadas, Psicologia, Serviço Social e Filosofia da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa.

O evento teve início com as boas vindas da Direção da FCH, a cargo da Professora Alexandra Lopes (Diretora Adjunta da FCH) que deu a conhecer a Faculdade e salientou aspetos distintivos como o ensino personalizado, a excelência e o rigor na formação e o facto da FCH ser a única faculdade portuguesa de Humanidades com três cursos entre os melhores do mundo (ranking Eduniversal). Neste dia, em que os alunos tiveram o seu primeiro contacto com a realidade académica, seguiu-se uma apresentação em que os alunos ficaram a conhecer toda a informação relativamente a candidaturas para o próximo ano letivo, os currículos de cada curso, as saídas profissionais, os programas de estágios, os programas de mobilidade internacional e as atividades do dia a dia na Faculdade de Ciências Humanas. De seguida, os alunos participaram em workshops das áreas de Licenciatura em que têm interesse, dirigidos por professores dos respetivos cursos.

Ainda nesta tarde, foram partilhados diversos testemunhos de antigos alunos, com especial destaque para o testemunho da Catarina Palma (locutora MegaHits), que partilhou a sua experiência enquanto aluna da FCH e enquanto profissional na área da Comunicação, ensinou algumas técnicas no workshop de rádio (que decorreu no novo estúdio da FCH) e deixou alguns conselhos para os alunos que procuram seguir uma carreira nesta área. O evento terminou com um lanche onde os alunos do secundário puderam conviver e conversar com atuais alunos e professores e esclarecer todas as suas dúvidas.

fch radio

“É sempre especial podermos receber na FCH futuros candidatos ao ensino superior e dar-lhes a conhecer as Licenciaturas que oferecemos. Acaba por ser também uma oportunidade para dar a conhecer as saídas profissionais dos nossos cursos que têm altas taxas de empregabilidade. É curioso constatar que, muitas vezes, os candidatos não têm ainda conhecimento das diferentes áreas em que podem trabalhar caso optem por se licenciar em Comunicação Social e Cultural, Línguas Estrangeiras Aplicadas, Psicologia ou Serviço Social. No caso do curso de Comunicação, por exemplo, há quem pense que é procurado sobretudo por quem quer ser jornalista, quando, na verdade, a maioria dos nossos alunos acaba por trabalhar noutras áreas nos media ou nas empresas, sobretudo em marketing e comunicação interna", frisa o professor Nelson Ribeiro, diretor da FCH.

"Uma das características que distingue o nosso ensino é o facto de termos um corpo docente altamente qualificado que investe efetivamente no processo educativo dos estudantes. Paralelamente, oferecemos a possibilidade de os nossos alunos terem experiências diferenciadoras, como programas de mobilidade nos Estados Unidos e na Ásia, e a participação em projetos de voluntariado em Portugal e no estrangeiro. Para além dos alunos nacionais, a FCH é procurada por um número crescente de alunos estrangeiros, que representam já mais de 20% do nosso número global de alunos. São oriundos sobretudo da Alemanha, da China, de Itália, dos Estados Unidos e do Brasil. O facto de oferecermos formações internacionalmente reconhecidas pela sua qualidade tem contribuído bastante para o aumento que acontece, ano após ano, por parte de candidatos internacionais", detalha o mesmo porta-voz.

 

Pub Huawey PSmart+
Pub Guia Prático Estudante 2019
Pub
Últimas - Eventos
Eventos
17 Julho 2019

O Instituto Politécnico de Setúbal estará mais uma vez presente no evento que, este ano, decorre entre 20 de julho e 4 de agosto, no Parque Santiago (Manteigadas).

Eventos
16 Julho 2019

O IADE – Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação da Universidade Europeia organiza, a 17 de julho, a 1.ª mostra de jogos criados por estudantes universitários. Entre as 14h e as 20h, no Campus de Santos (Lisboa)

Eventos
28 Junho 2019

O Politécnico de Lisboa é co-organizador do XXIX Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa, que se realiza entre 3 a 5 de julho de 2019.

A iniciativa conta com as presenças do secretário de Estado do Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, e do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, entre outras figuras do meio académico dos PALOP. O evento decorre no Campus de Benfica do IPL, na Escola Superior de Música de Lisboa, e tem como tema Arte e Cultura na Identidade dos Povos, subtemas: Arte e Cultura; Saúde e Tecnologia; Educação e Coesão Social e Comunicação e Política, num total de 120 comunicações.  

Para Elmano Margato, presidente do Politécnico de Lisboa, “tendo o IPL a internacionalização como um dos seus eixos estratégicos, é quase obrigatório apostarmos na realização deste encontro também para a avaliação de novas parcerias e acordos de cooperação com instituições de países presentes". Do programa do encontro fazem parte sessões paralelas nas quais participam também docentes do Politécnico de Lisboa, assim como vários momentos culturais que mostram aos participantes o potencial das Escolas Artísticas de Música, Dança e Teatro e Cinema.  

Durante o Encontro será ainda entregue o Prémio Fernão Mendes Pinto, que distingue uma dissertação de mestrado ou doutoramento que contribua para a aproximação das comunidades de língua portuguesa, defendida durante o ano civil anterior. O valor do Prémio Fernão Mendes Pinto é de oito mil euros a atribuir numa parceria conjunta entre a AULP e a Comunidade os Países de Língua Portuguesa ao autor premiado e cuja publicação será da responsabilidade do Instituto Camões.

A AULP- ONG internacional que promove a cooperação entre Universidades e Institutos Superiores, com mais de 130 membros dos oito países de língua oficial portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor e Macau). A sua missão é facilitar a comunicação entre os membros em prol do desenvolvimento coletivo do ensino e da língua portuguesa no mundo. Tem ainda um importante papel na dinamização da rede de universidades de língua portuguesa em valorizar as diversas culturas, aproximar as dinâmicas científicas, multiplicar os intercâmbios nos domínios do ensino e da investigação científica, consolidar as parcerias estratégicas e ampliar o papel da língua portuguesa como animador qualificado desta comunidade.

É atualmente presidida por Orlando da Mata, reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, no Lubango, Angola. Além deste encontro a AULP é responsável por várias iniciativas das quais se destacam o Prémio Fernão Mendes Pinto; a Revista Internacional em Língua Portuguesa (RILP); e o Observador Consultivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Muito recentemente a AULP criou o Programa Mobilidade AULP para o intercâmbio de alunos entre instituições dos países de língua oficial portuguesa e Macau (RAEM). O programa arrancou com 66 instituições de ensino superior dos RAEM e China.