21 885 47 30 | geral@forum.pt

Um jovem escritor, José, é incumbido de escrever a vida do consagrado escritor, José. Este é o ponto de partida do livro que marca o regresso de José Luís Peixoto ao romance, quatro anos depois de Em Teu Ventre.

'Autobiografia' é a história dentro da história, um romance que junta José Luís Peixoto ao mais reconhecido dos escritores portugueses, José Saramago. Faz sentido: Com apenas 27 anos, José Luís Peixoto foi o mais jovem vencedor de sempre do Prémio Literário José Saramago. A nova obra, um regresso aguardado há 4 anos, já está disponível nas livraias.

O livro terá edição em simultâneo no Brasil. A sessão oficial de lançamento em Lisboa terá lugar na Livraria Ler Devagar, na LX Factory, pelas 18h30 do dia 18, sob condução de Helena Vasconcelos. Já no Porto a apresentação decorre no dia 20, às 16h30, na Bertrand Shopping Cidade do Porto

"O escritor consagrado é a referência, o futuro desejado, que provoca admiração e um incontrolável repúdio: em todas as circunstâncias da vida os
mestres são a medida das coisas, o estímulo que precisa de ser combatido para que o aprendiz não fique cerceado. Este livro é a agónica luta do escritor jovem com amores e perdas, aventuras diversas aqui e ali, personagens que vêm de outros mundos, vozes diáfanas e vozes misteriosas, todas elas
no compasso do ritmo próprio e já consagrado de José Luís Peixoto", diz Pilar del Rio, viúva do escritor prémi Nobel.

Autobiografia

José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974. É um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras. Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance 'Nenhum Olhar'. Em 2007, 'Cemitério de Pianos' recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com 'Livro', venceu o prémio Libro d’Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu de 2012. Em 2016, com 'Galveias', recebeu no Brasil o Prémio Oceanos para a melhor obra literária em língua portuguesa do ano anterior. Na poesia, 'Gaveta de Papéis' recebeu o Prémio Daniel Faria e A Criança em Ruínas recebeu o Prémio da
Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012, publicou 'Dentro do Segredo – Uma Viagem na Coreia do Norte', a sua primeira incursão na literatura de viagens. Os seus romances estão traduzidos em mais de trinta idiomas.

(Foto de Rita Carmo)

Pub FCH_2019
Pub IPPortalegre
Pub ENEGI2019
Últimas - Livros
Livros
20 Agosto 2019

Nestes tempos conturbados de Brexit nada melhor do que descobrir de onde viemos e para onde vimos. Karin Bojs convida-te para essa viagem na obra 'A Grande Família Europeia'.

Livros
26 Julho 2019

Autor norueguês, que abandonou a carreira na polícia para se dedicar à escrita, assina novo thriller.

Livros
24 Julho 2019

O novo policial da islandesa Yrsa Sigurdardóttir chega às livrarias nacionais a 2 de agosto, 'Abismo' é o segundo volume da série DNA.