21 885 47 30 | geral@forum.pt

Por tradição, a 3 de setembro, no Dia da Reserva Natural das Berlengas, a Semana Tanto Mar invade aquele arquipélago com vista para Peniche. Visita ao farol, passeio naturalista e batismo de mergulho foram as memórias deste segundo dia de academia.

Nesta aventura, nem tanto enjoo, mas bastante mar, já que tudo começou com a mítica viagem de barco com apenas uma hora de duração mas que, para muitos, parece nunca mais acabar, tamanha é a tortura da forte ondulação. Ainda assim, talvez por se tratar do 10º aniversário desta academia do Politécnico de Leiria e da Forum Estudante, o Mar não nos castigou muito. E até mesmo o sol e o vento namoraram entre si na medida perfeita, desde o momento em que pisámos a ilha da Berlenga até ao instante em que nos despedimos.

Dividimos por grupos – vermelhos, brancos, azuis e verdes – neste dia memorável, que é já um dos ex líbris da Tanto Mar, os 50 alunos do Ensino Secundário tiveram a oportunidade de viver experiências tanto sobre a paisagem rochosa como nas profundezas do Oceano Atlântico.

 

DSCN9774

DSCN9782

Com a ajuda das explicações do faroleiro J. Coutinho, em representação da Autoridade Marítima Nacional, o grupo ficou a conhecer toda a história do Farol da Berlenga, desde a sua fundação, corria o ano de 1842, até aos nossos dias.

 

O dia passado na Berlenga Grande incluiu
uma visita ao farol, uma visita guiada pela
riqueza natural da ilha e um batismo de mergulho

 

 

O modo de funcionamento dos faróis em geral e deste em particular, traduzido em pequenos detalhes técnicos, também nos foi explicado. Sabiam que cada farol tem luz própria, uma cadeia de sinais de luzes e ausências da mesma que funcionam como um código personalizado, uma sequência denominada “período”?

Assim, quando uma embarcação vê ao longe 1 segundo de luz branca seguido de 9 segundos de ocultação de luz já sabe estar ali o Farol da Berlenga com os seus 29 metros de altura (mas 121 de altura focal já que mora no cimo de uma ravina de mais de 70 metros).

DSCN9809

 

No regresso à base, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) fez-nos uma visita guiada pelas especificidades deste arquipélago. “A importância das Berlengas enquanto ecossistema insular, o valor biológico da área marinha envolvente, o elevado interesse botânico, o papel da ilha em termos de avifauna marinha e a presença de interessante património arqueológico subaquático foram outros tantos fatores que pesaram na classificação do arquipélago como Reserva Natural”, explica-se no site deste parceiro de aventura Tanto Mar. E ao vivo assim o prova esta academia ano após ano, mostrando ninhos de cagarras e outros encantos que nunca veríamos numa cidade.

 DSC1263

Emoções subaquáticas

O verde do mar impressiona. Depois também a sua gelidez, que refresca cada molécula do nosso corpo. E, claro, a imensidão da massa de água que vemos à nossa frente. Ou aos lados, por baixo e em cima, no caso de se ser um dos 50 participantes desta semana totalmente gratuita e que no programa deste dia incluía um batismo de mergulho.

Experiência inédita para a larga maioria – bastou os dedos de uma mão para contar quem já sabia ao que ia – esta foi a atividade (é sempre) que mais adrenalina provoca entre os estudantes. Nervoso miudinho, mas atento às explicações (como a técnica básica de respirar pela boca) da instrutora Maria, não por coincidência (porque não as há) uma antiga participante da Tanto Mar, no ano de 2012, que graças a este projeto ali realizou o seu próprio batismo de mergulho, atividade que é hoje o seu ofício.

 

 

“Under the sea”, como cantariam as personagens do filme de animação ‘A Pequena Sereia’, cada um de nós pasmou com cardumes de peixes (cabozes, taínhas, salemas, bodiões), polvos e chocos, estrelas-do-mar e pepinos do mar. Ali mesmo à mão de semear, fazendo-nos sentir infinitamente pequenos num mundo que, afinal, não gira à nossa volta.

E de repente já ninguém se lembrava da ginástica que foi vestir o fato e colocar o pesado equipamento de mergulho. E sabem porque é que os mergulhadores se atiram de costas para a água? Não, não é porque se fossem de frente caiam no barco, é porque assim é simplesmente mais fácil cair.

 

Pub FCH_2019
Pub ENEGI2019
Pub IPPortalegre
Últimas - Semana Tanto Mar
Semana Tanto Mar
09 Setembro 2019

Para o último dia, estava reservado um mergulho na riqueza geológica local, com a realização de um percurso geológico.

Semana Tanto Mar
07 Setembro 2019

Sabem sobre que dia é a prosa de hoje? É sobre sexta-feira. Ainda não foi o último dia mas já soube a despedida.

Semana Tanto Mar
06 Setembro 2019

Investigação em biologia marinha, visita à Docapesca e inauguração do Festival dos Sabores foram o prato forte de mais um dia desta academia FORUM/Politécnico de Leiria.