Começou hoje a IPStartupWeekLive, uma iniciativa da Forum Estudante e do Politécnico de Setúbal (IPS) que pretende mostrar a todos os estudantes do ensino básico, secundário e profissional as principais características do IPS, bem como alguns elementos do quotidiano de um estudante no Ensino Superior. Esta iniciativa realiza-se durante esta semana (22 a 26 de junho), sendo que, simultaneamente, o IPS promove sessões de esclarecimento sobre a sua oferta formativa e acesso ao Ensino Superior através do Zoom. Os links para estas sessões estão disponíveis aqui.

A primeira paragem, neste roteiro pelo IPS, realizou-se na Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTS). À chegada, o Diretor da ESTS, Nuno Pereira, destacou o cunho prático do ensino praticado por esta unidade orgânica do Politécnico de Setúbal, destacando ainda a "proximidade existente entre estudantes e docentes". Através desta visita à ESTS, destacou, é possível encontrar exemplos tecnologia de ponta e que ilustram uma ligação forte com o tecido empresarial.

 


 

A visita digital ao IPS continuou pelo Innovation Lab, uma estrutura laboratorial da ESTS que coloca à disposição dos estudantes equipamentos tecnológicos para a concretização dos seus projetos de curso. O coordenador deste laboratório, Ricardo Baptista, explicou à Forum as bases de um dos processos aqui realizados: a Impressão 3D.

 


 

Mais tarde, foi a vez do coordenador da Oficina Lu Ban, José Lucas, apresentar este espaço de trabalho, ilustrando alguns dos projetos realizados por estudantes. Resultante de uma parceria com o Governo de Tianjin, a Oficina Lu Ban da ESTS é, até à data, a única estrutura deste projeto global existente na Europa, permitindo aos estudantes aceder a condições muito semelhantes às existentes no mercado de trabalho, explicou José Lucas.


A última paragem, na visita à ESTS, foi o laboratório de Química e Ambiente, onde o coordenador da licenciatura em Tecnologias do Ambiente e do Mar, Ricardo Salgado, detalhou as áreas de estudo e as saídas profissionais ligadas a esta formação. A licenciatura inclui duas vertentes principais relacionadas com a produção animal e com a ação e controlo ambiental, explicou.

A última paragem, na visita à ESTS, foi o laboratório de Química e Ambiente, onde o coordenador da licenciatura em Tecnologias do Ambiente e do Mar, Ricardo Salgado, detalhou as áreas de estudo e as saídas profissionais ligadas a esta formação. A licenciatura inclui duas vertentes principais relacionadas com a produção animal e com a ação e controlo ambiental, explicou.

 

A IPStartupWeekLive continua amanhã o seu roteiro pelo interior do Politécnico de Setúbal, com a visita à Escola Superior de Ciências Empresariais do Politécnico de Setúbal. Workshops, visitas a laboratórios e conversas com estudantes serão apenas alguns dos momentos incluídos.