Hoje (16 de outubro) celebra-se o Dia Mundial da Alimentação sob o lema "Pessoas saudáveis dependem de sistemas alimentares saudáveis". Mas além disso, a Organização das Nações Unidas (ONU) alerta também para as situações de desperdício e fome.

Cerca de 842 milhões de pessoas passam fome no mundo e mais de 2 mil milhões têm deficiências nutritivas. Todos os anos são registadas 2,5 milhões de crianças que morrem à fome.

Segundo a ONU, aproximadamente um terço dos alimentos produzidos a nível mundial são desperdiçados.

Travar o desperdício - uma ideia portuguesa:

Em 2010, uma organização de voluntários portugueses criou o projeto Re-food, com o objetivo de reduzir a fome no espaço urbano.

A missão do Re-food passa por redirecionar as sobras de refeições de restaurantes diretamente às pessoas.

Em Lisboa, de bicicleta ou a pé, os voluntários que integram o projeto recolhem as sobras dos restaurantes aderentes e asseguram a sua distribuição àqueles que mais precisam de uma refeição.

Pin It