Confesso que, do pouco que consegui olhar para a passerelle, dei por mim a pensar o mesmo. Desde os estilistas mais conceituados aos 'novatos', todos tinham apostados em sapatos muito fora do vulgar, e então fiz o que qualquer pessoa faria: fui ler sobre o assunto.
A verdade é que esse acessório tão feminino (que foi originalmente desenhado para um homem - o tão irreverente Luís XIV) a que hoje chamamos 'sapato de salto alto' tem vindo a sofrer mutações impressionantes na última década. Desde que Alexander McQueen nos apresentou o seu modelo que se assemelha a uma pata de animal (vulgarizados por Lady Gaga), a estrutura dos sapatos tornaram-se cada vez mais irreverentes e subversivas, chegando aos sem salto (McQueen), ou aos só salto (Fátima Lopes).
É este BOOM de inovação e de novas perspetivas que nos fazem ficar ansiosos e à espera que ainda haja alguém capaz de nos surpreender.

(Mia de Seixas)