O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, participam na sessão de abertura da conferência, organizada pela Comissão Nacional da UNESCO (CNU), em parceria com o Comité Português para a Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) e o Politécnico de Leiria.

«Esta iniciativa é uma oportunidade para ilustrar um conjunto de boas práticas e iniciativas que têm vindo a surgir no seio da sociedade portuguesa, que contribuem para a valorização e preservação dos oceanos, e conta com a participação de personalidades e instituições de mérito reconhecido», refere Sérgio Leandro, subdiretor da ESTM e responsável pela dinamização da conferência. «Serão dinamizados painéis em torno da cidadania, da arte, da investigação e formação, e da ciência ligada aos oceanos», explica o subdiretor da ESTM.

A temática principal da conferência incide no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 14 da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que se designa "Proteger a Vida Marinha" e as suas respetivas metas, como "A conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável". Neste encontro é analisada a preparação do roteiro de implementação da Década das Nações Unidas das Ciências do Oceano para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030). Na conferência serão abordados temas e projetos sobre a proteção da vida marina desenvolvidos em territórios nacionais designados pela UNESCO, como Reservas da Biosfera. A entrada é livre, mas requer inscrição prévia.