Ele é a personalidade com mais seguidores no Twitch – a plataforma de live streaming de vídeo – onde já conta com tantos seguidores como Portugal tem de habitantes: mais de 11 milhões. Tanta é a atenção que capta que ultrapassou mesmo Cristiano Ronaldo como o atleta que gera mais interação nas redes sociais. "Tyler Blevins supera Cristiano Ronaldo", titulava o jornal italiano Corriere Della Sera, em maio deste ano.

Em média, um stream de Ninja é visto por 43 mil pessoas. Mas, no segundo que demoraste para ler este número, estes dados podem já estar desatualizados. É que Ninja é especialista a bater recordes, ou não jogasse 10 a 12 horas por dia. De acordo com a revista Fortune, os rendimentos do gamer ultrapassam os 500 mil dólares mensais. À ESPN, Ninja disse que o valor se aproxima agora do milhão de dólares por mês.
Como é que este rapaz de 27 anos, nascido em Detroit, nos EUA, criou um império? Tudo começa em 2009. Depois de concluir o ensino secundário, Ninja começou a jogar Halo 3 profissionalmente. Cloud9, Renegades, Team Liquid foram algumas das equipas pelas quais alinhou até à atual Luminosity Gaming. Dois anos depois, aventurou-se no streaming, mostrando ao mundo a sua perícia em títulos como H1Z1 e PlayerUnknown's Battlegrounds.

Mas foi apenas quando começou a jogar Fortnite Battle Royale que as visualizações dispararam. Há dois anos tinha 500 mil seguidores. Em apenas seis meses, esse número cresceu 250%. Já em abril deste ano, bateu um novo recorde, no evento Ninja Vegas, ao acumular uma audiência de 667 mil espetadores. No Youtube, a comunidade de seguidores ultrapassa os 17 milhões.

Independentemente da sua popularidade, Ninja tem apenas uma regra: não jogar com streamers do sexo feminino, em nome da saúde do seu casamento. É que a mulher é quem lhe trata da parte burocrática deste rico negócio.

 

{module PUB_2}

{module ALWAYS_ON_2}

Pin It