21 885 47 30 | geral@forum.pt

A 13.ª edição do NOS Alive confirma a atuação da cantora a 12 de julho. O Palco Sagres acolhe esta icónica artista cuja carreira começou nos anos 70.  

Nascida e criada na Jamaica, Grace Jones desenvolveu a sua carreira de sucesso como modelo em Nova Iorque antes de se tornar uma figura icónica na música.

1977, ano do seu primeiro contrato, resultou numa série de sucessos de dance-club incluindo "I Need A Man" e a sua aclamada reinvenção do clássico "La Vie En Rose", de Edith Piaf. Após o sucesso dos três primeiros álbuns, Portfolio (1977), Fame (1978) e Muse (1979), estabeleceram Grace como uma grande artista e uma referência na cena internacional dos clubes noturnos, como o lendário Studio 54, onde a sua presença era frequente.

No final dos anos 70, Jones adaptou um estilo diferente com o emergente género de música New Wave e lançou os aclamados discos “Warm Leatherette”(1980) e “Nightclubbing” (1981). Paralelamente à mudança musical, a artista assumiu um visual andrógino e exótico tornando-se assim uma diva e musa de Andy Warhol. Além das suas múltiplas facetas artísticas, Grace é igualmente conhecida pelos seus papéis cinematográficos destacando-se pela sua personagem num dos filmes de James Bond “A View to a Kill” em 1985.

A 12 de julho atuam também no Palco Sagres projetos como Johnny Marr, Cut Copy, RY X, Tash Sultana e Pip Bloom.

Pub FCH_2019
Pub ENEGI2019
Pub IPPortalegre
Últimas - Música
Música
26 Julho 2019

'Deflagram Clarões de Luz' é o tema de avanço de 'No Fim Era o Frio', o álbum com edição a 27 de setembro pela editora independente Rastilho Records.

Música
26 Julho 2019

Cristalizemos no tempo aquele momento em que, num modesto palco redondo, os músicos tocaram a 40 centímetros de distância entre si, para recordar a essência desta que, 25 anos volvidos, continua a ser a melhor banda ao vivo.

Música
25 Julho 2019

Para dar o pontapé de saída da 9.ª edição, a organização preparou uma corrida com luz e espuma. A 1 de agosto, a partir das 20 horas, festivaleiros e foz-coenses são convidados a correr ou caminhar pela cidade num percurso de 5 km.