21 885 47 30 | geral@forum.pt

'Assassinos da Lua das Flores', de David Grann, volta a juntar a dupla de sucesso em Hollywood: Leonardo DiCaprio e Martin Scorsese.

Os direitos para adaptação do livro publicado pela Quetzal em 2017, com tradução de José Vieira de Lima, foram adquiridos pela Paramount Pictures e a produção da longa-metragem arranca durante o verão de 2019. Esta é a sexta parceria entre o produtor e ator, sendo que, juntos, DiCaprio e Scorsese conquistaram nove Óscares e 31 nomeações para prémios da Academia de Cinema de Hollywood. A adaptação do argumento está a cargo de Eric Roth, responsável pelo guião de êxitos como 'Forrest Gump' (1994) e 'O Estranho Caso de Benjamin Button' (2008).

Escrito como um poderoso thriller, 'Assassinos da Lua das Flores' é uma narrativa de não ficção pelo jornalista da New Yorker, David Grann. Grann investigou a matança dos índios Osage milionários, no Oklahoma (EUA), nos anos 20, documentando, em simultâneo, o nascimento do FBI.

Capa Assassinos da lua das flores small

Nos anos 1920, a população mais rica per capita não era a parisiense ou a nova-iorquina: era a dos índios osage, no Oklahoma, EUA. Foi descoberta uma imensa jazida de petróleo debaixo da terra que lhes fora designada quando deslocados do seu território original, e os cerca de 2000 osage recebiam uma percentagem dos lucros das companhias petrolíferas. A tribo, cuja riqueza foi largamente reportada em revistas e jornais, desafiava todos os estereótipos relacionados com os americanos nativos: andavam de Cadillac com motorista, construíam mansões, mandavam os seus filhos estudar na Europa.

Então, misteriosamente, os osage começaram a ser assassinados. Alguns, envenenados, outros, mortos a tiro ou espancados. Os osage eram, em simultâneo, a comunidade mais rica e com o maior índice de assassínios do planeta. Muitos dos que tentaram investigar estes crimes encontraram um destino semelhante: foram mortos a tiro, estrangulados, um advogado foi mesmo atirado de um comboio em andamento.

Desesperados, os osage viraram-se então para o Bureau de Investigação (FBI) que tinha sido acabado de criar, e o caso dos osage - um dos muitos, mas cheio de ramificações -tornou-se o primeiro grande caso de homicídios do FBI. Porém, o dinheiro do petróleo estava infiltrado no próprio FBI e até na Casa Branca.

Pub IPPortalegre
Pub IPSantarem
Pub FCH_2019
Últimas - Livros
Livros
20 Agosto 2019

Nestes tempos conturbados de Brexit nada melhor do que descobrir de onde viemos e para onde vimos. Karin Bojs convida-te para essa viagem na obra 'A Grande Família Europeia'.

Livros
26 Julho 2019

Autor norueguês, que abandonou a carreira na polícia para se dedicar à escrita, assina novo thriller.

Livros
24 Julho 2019

O novo policial da islandesa Yrsa Sigurdardóttir chega às livrarias nacionais a 2 de agosto, 'Abismo' é o segundo volume da série DNA.