21 885 47 30 | geral@forum.pt

A presença da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP) na Qualifica coloca em destaque o trabalho realizado pelos estudantes, no âmbito das suas ofertas formativas. 

Para a 12.ª edição da Qualifica, a ANQEP apostou numa ruptura "com a arquitetura anterior", explica Céu Gomes, do Gabinete de Comunicação e Imagem. O conceito baseia-se num espaço de transição, com um túnel que "faz a ligação entre presente e futuro, numa passagem de transformação" garantida pelas opções formativas do Ensino Profissional. 

A forma de evidenciar este poder transformador, explica Céu Gomes, é mostrar aos visitantes "o que se faz no âmbito dos cursos profissionalizantes". Desta forma, a ANQEP definiu três zonas de exposição ligadas a conceitos basilares da Estratégia Europa 2020 como a Indústria 4.0. "É uma forma de mostrar na prática o que esperar de um curso profissional", reforça. 

Desta forma, estão em destaque as áreas: "E-cologia e Sustentabilidade", "(R)evolução digital" e "Social ID". A identificação das escolas e dos cursos participantes foi realizada com o apoio da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE). 

IMG 1489IMG 1500

No total, ao longo dos quatro dias de Qualifica, 12 escolas vão passar pelo espaço ANQEP. Hoje, foi a vez da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima, do Agrupamento de Escolas de Arganil, do Agrupamento de Escolas Coimbra Filho, da Escola Profissional Tecnologia Psicossocial (Porto), do Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo e da Escola Profissional Vasconcellos Lebre (Mealhada). 

A presença da ANQEP na Qualifica é ainda complementada pelo "Espaço Talentos", a área de palco onde os alunos do Ensino Profissional garantem a animação. Na programação deste espaço, sublinha Céu Gomes, a ANQEP procurou incluir "não apenas cursos ligados à áreas como música ou dança", mas também atividades que podem ganhar destaque em palco como, por exemplo, um rastreio renal ou uma exposição fotográfica.

IMG 1469

Uma opção em crescimento
Nos últimos anos, o número de estudantes em opções profissionalizantes "tem crescido imenso", destaca Céu Gomes. Atualmente, a percentagem do total de alunos inscritos "aproxima-se cada vez mais da meta dos 50%". Um dado que entende como "um sinal da credibilidade das ofertas e da desmistificação do Ensino Profissional como uma segunda escolha". "O trabalho dos diplomados contribui muito para isso", reforça. 

No contacto com alunos, encarregados de educação ou professores e formadores, a ANQEP procura também divulgar ferramentas como o Catálogo Nacional de Qualificações ou o Portal da Oferta Formativa. O objetivo é que os visitantes saiam do espaço "com as ferramentas para realizar uma pesquisa orientada e autónoma", desmultiplicando o efeito dos contactos realizados durante estes quatro dias. "São ferramentas que permitem consolidar uma escolha ou originar novas descobertas", conclui Céu Gomes. 

 

 

Pub ENEGI2019
Pub FCH_2019
Pub IPSantarem
Últimas - Espaço ANQEP
Espaço ANQEP
19 Agosto 2019

Tatiana Arneiro e Duarte João são estudantes da Escola Tecnológica, Artística e Profissional de Pombal (ETAP) e venceram o Concurso Intermunicipal de Ideias com o projeto “Smartkey”. À FORUM, Tatiana destaca o papel dos conhecimentos adquiridos nos respeitos cursos profissionais, sublinhando a importância de uma preparação prática.

Espaço ANQEP
19 Agosto 2019

Se estás no final do 9.º ano e tens a difícil os próximos três anos da tua vida, a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP) deixa-te um guia par encontrar um curso à tua medida.

Espaço ANQEP
07 Junho 2019

Acabaste agora o ensino básico e tens de escolher o caminho a seguir, entre mais de 150 opções. O que fazer?