21 885 47 30 | geral@forum.pt

Cerca de 300 anos depois do nascimento do mais relevante filósofo do Iluminismo, Andrew S. Curran conta-nos com entusiasmo a história da vida de Diderot e também as das suas últimas obras-primas, desconhecidas na sua época e escritas para a posteridade

Denis Diderot - escritor francês nascido em 1713 e falecido em 1784, do qual já deves ter ouvido falar nas aulas de Filosofia - costuma ser associado à batalha de longas décadas que deu ao mundo a primeira Enciclopédia. Porém, os seus textos mais ousados permaneceram na sombra.

Encarcerado devido ao seu ateísmo em 1749, Diderot decidiu reservar os melhores escritos para a posteridade – ou seja, para nós. No extraordinário espólio de originais não publicados, Diderot desafia todas as verdades aceites no seu século, da santidade da monarquia à justificação racial do tráfico de escravos e às regras da sexualidade humana. Catarina, a Grande, da Rússia foi uma leitora fiel de Diderot, e, além de o ter apoiado financeiramente, convidou-o a deslocar-se a Sampetersburgo para estudar a possibilidade de democratização do Império Russo.

Tudo isto ficamos a saber neste livro organizado tematicamente, que se estende por 461 páginas, uma aposta da Temas & Debates/Círculo de Leitores. Nesta, Andrew S. Curran descreve de forma vívida o relacionamento tormentoso de Diderot com Rousseau, a sua curiosa correspondência com Voltaire, as suas paixões amorosas e as suas opiniões frequentemente iconoclastas sobre a arte, o teatro, a moral, a política e a religião. Porém, o que este livro evidencia é a maneira como a tumultuosa vida pessoal do escritor se tornou uma componente essencial do seu génio e da sua capacidade para escarnecer de tabus, dogmas e convenções.

Pub FINDE_U
Pub Lisboa Games Week
Pub Glion2
Últimas - Livros
Livros
18 Outubro 2019

Chega hoje às livrarias 'A Grande Caçada', o 2.º livro da série de culto da autoria de Robert Jordan. Com mais de 80 milhões de exemplares vendidos, 'A Roda do Tempo' é a série de fantasia mais vendida de sempre no mundo inteiro depois de 'O Senhor dos Anéis'.

Livros
15 Outubro 2019

Com os romances de Christopher Petersen, o policial nórdico conhece um novo cenário: a Gronelândia e os seus enigmas.

Livros
14 Outubro 2019

Zezé, do clássico literário 'O Meu Pé de Laranja Lima', agora tem quase 20 anos e vive à procura de si mesmo, conta-nos José Mauro de Vasconcelos.