21 885 47 30 | geral@forum.pt

Um jovem escritor, José, é incumbido de escrever a vida do consagrado escritor, José. Este é o ponto de partida do livro que marca o regresso de José Luís Peixoto ao romance, quatro anos depois de Em Teu Ventre.

'Autobiografia' é a história dentro da história, um romance que junta José Luís Peixoto ao mais reconhecido dos escritores portugueses, José Saramago. Faz sentido: Com apenas 27 anos, José Luís Peixoto foi o mais jovem vencedor de sempre do Prémio Literário José Saramago. A nova obra, um regresso aguardado há 4 anos, já está disponível nas livraias.

O livro terá edição em simultâneo no Brasil. A sessão oficial de lançamento em Lisboa terá lugar na Livraria Ler Devagar, na LX Factory, pelas 18h30 do dia 18, sob condução de Helena Vasconcelos. Já no Porto a apresentação decorre no dia 20, às 16h30, na Bertrand Shopping Cidade do Porto

"O escritor consagrado é a referência, o futuro desejado, que provoca admiração e um incontrolável repúdio: em todas as circunstâncias da vida os
mestres são a medida das coisas, o estímulo que precisa de ser combatido para que o aprendiz não fique cerceado. Este livro é a agónica luta do escritor jovem com amores e perdas, aventuras diversas aqui e ali, personagens que vêm de outros mundos, vozes diáfanas e vozes misteriosas, todas elas
no compasso do ritmo próprio e já consagrado de José Luís Peixoto", diz Pilar del Rio, viúva do escritor prémi Nobel.

Autobiografia

José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974. É um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras. Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance 'Nenhum Olhar'. Em 2007, 'Cemitério de Pianos' recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com 'Livro', venceu o prémio Libro d’Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu de 2012. Em 2016, com 'Galveias', recebeu no Brasil o Prémio Oceanos para a melhor obra literária em língua portuguesa do ano anterior. Na poesia, 'Gaveta de Papéis' recebeu o Prémio Daniel Faria e A Criança em Ruínas recebeu o Prémio da
Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012, publicou 'Dentro do Segredo – Uma Viagem na Coreia do Norte', a sua primeira incursão na literatura de viagens. Os seus romances estão traduzidos em mais de trinta idiomas.

(Foto de Rita Carmo)

Pub IPPortalegre
Pub ENEGI2019
Pub FCH_2019
Últimas - Livros
Livros
22 Agosto 2019

Em 'O Triângulo Mágico – Uma Biografia de Mário Cesariny', António Cândido Franco revela dados inéditos sobre esta referência do surrealismo.

Livros
20 Agosto 2019

Nestes tempos conturbados de Brexit nada melhor do que descobrir de onde viemos e para onde vimos. Karin Bojs convida-te para essa viagem na obra 'A Grande Família Europeia'.

Livros
26 Julho 2019

Autor norueguês, que abandonou a carreira na polícia para se dedicar à escrita, assina novo thriller.