21 885 47 30 | geral@forum.pt

Uma das causas para o insucesso escolar é a ineficácia no estudo. Encontrar estratégias de motivação e de rentabilização pode resolver esse problema. Mas há outras dicas preciosas para que não te sintas assoberbado nesta reta final do presente ano letivo.

Os exames estão a chegar. E com eles chega aquela fase em que, mais do que nunca, tens de ter jogo de cintura para conciliar a carga horária letiva com testes, exames nacionais, trabalhos individuais e de grupo, atividades extracurriculares, compromissos familiares, amizades ou até um pouco mais do que isso.

Nesta fase, podes começar por redobrar a atenção nas aulas, fazendo o maior número de apontamentos possível. Esta é uma altura em que são recapituladas matérias que poderão ser decisivas. Por isso, tem sempre ao teu lado todo o material de estudo adequado, sejam cadernos, manuais ou livros técnicos.

young 791849 960 720

 

Encontrar um local de estudo adequado às tuas necessidades é igualmente vital. Se preferes estudar em total recolhimento deves procurar um lugar silencioso, uma biblioteca, por exemplo. Mas há quem prefira estudar no meio do barulho, com música de fundo, e nesse caso existem vários sítios possíveis, desde explanadas, bares ou cafés.

Independentemente do local, o essencial é que te sintas bem e que não estejas constantemente a olhar para o relógio a ver quanto tempo passou. Caso gostes de companhia, arranja outros colegas com quem possas estudar. Um bom grupo de trabalho pode aumentar a tua automotivação e a partilha de conhecimentos.

Planificar horas, métodos e matérias

Selecionado o ambiente, planeia uma estratégia de estudo com objetivos claros e concisos. Por exemplo, começa por diagnosticar quais as disciplinas em que estás mais ou menos à vontade. A partir daí podes definir quantas horas de estudo por dia vais dedicar a cada matéria, de forma a não deixar tudo para a véspera. Revisões periódicas é o segredo.

A chamada “curva do esquecimento” é importante nesta equação. Este conceito dita que, quando estudamos algo novo, temos uma maior probabilidade de retenção (de até 80%) se fizermos revisões do conteúdo 24 horas após termos tido o primeiro contacto com a matéria. Uma semana depois, somos capazes de reter 100% das mesmas informações com apenas cinco minutos de análise. Ou seja, para otimizares o estudo, este deve acontecer mais próximo do dia em que tens o primeiro contacto com a matéria do que com o dia do teste.

laptop 2557586 960 720

Quanto ao material de apoio ao estudo, e não obstante as vantagens dos meios eletrónicos em termos de portabilidade, os tradicionais materiais impressos ainda têm bastantes encantos. Um estudo da Universidade de Leicester, em Inglaterra, definiu que os alunos precisam de mais repetição para aprender quando leem no ecrã de computador do que quando consultam material impresso.

Também no papel deve optar-se por apontamentos em forma de esquemas, que tanto ajudem à memorização da matéria como ao estabelecimento de conexões entre ideias, a denominada aprendizagem contextual. Vale a pena resumir as ideias principais de cada capítulo, tema ou tópico. Os especialistas também recomendam o recurso a várias fontes de informação complementares e, sobretudo no caso das ciências exatas, responder a muitos exercícios práticos.

Eu vs. os outros

Nunca deves cair na tentação de fazer ciclos de estudo demasiado longos. Já ficou provado que períodos mais curtos, com várias pausas, são mais eficientes porque não tão esgotantes para o cérebro. E por falar em cansaço: atenção às horas de sono. Não poupes nesta matéria. O exercício físico, uma alimentação cuidada e uma boa hidratação também ajudam a ter “uma mente sã”. Quanto mais saudável for o teu estilo de vida, melhor será o teu desempenho nos estudos.

people 2557396 960 720

 

Há quem defenda que estudar em voz alta é sinónimo de melhores resultados. Outras pesquisas mostram que os alunos aprendem melhor novas informações quando têm a expetativa de ensiná-las a outra pessoa, como quem assume o papel de “professor”. Também aqui estudar em grupo serve este propósito.

No final de cada período de estudo podes mimar-te com “uma recompensa” pela tua dedicação – seja uma guloseima, um banho de imersão, uma ida ao shopping ou uma “futebolada”. Tal só reforçará o teu empenho na próxima sessão.

Pub Guia Pós-Graduações 2019
Pub
Pub Guia Prático Estudante 2019
Últimas - Estudar
Estudar
09 Maio 2019

Uma das causas para o insucesso escolar é a ineficácia no estudo. Encontrar estratégias de motivação e de rentabilização pode resolver esse problema. Mas há outras dicas preciosas para que não te sintas assoberbado nesta reta final do presente ano letivo.

Estudar
20 Março 2019

Em Psicologia da Aprendizagem, Diana Dias analisa as motivação e dificuldades na forma como hoje adquirimos conhecimentos. O livro desvia o foco do ensino e centra-se na aprendizagem.

Estudar
22 Fevereiro 2019

Conciliar uma formação avançada com o emprego é uma opção tomada por muitos estudantes. Conheces os teus direitos?