O primeiro duelo desta jornada foi disputado no Arquipélago da Madeira, no passado sábado (8 de fevereiro), entre o Nacional e o Belenenses. Apesar do Belenenses ter sido o primeiro a rondar a baliza do adversário, a verdade é que a rápida troca de bola dos pupilos de Manuel Machado foi o suficiente para concretizar dois golos vitoriosos.

Assim, a equipa do Restelo regressa ao continente sem conseguir o principal objetivo – a conquista de três pontos.

Também no sábado, o Vitória de Setúbal vencia em casa o Vitória de Guimarães, por três bolas a duas.

Já no início da tarde de domingo, não se registaram resultados muito positivos. Começando pelos empates a uma bola, protagonizados por Rio Ave e Arouca e, Olhanense e Marítimo.

Perto das 18h, as bancadas do Estádio da Luz da luz estavam cheias de adeptos para assistir ao derby entre os “eternos rivais” Benfica e Sporting. Contudo, o duelo entre águias e leões teve de ser adiado, devido à queda de lã vidro e chapas metálicas da cobertura do estádio. As equipas comandadas por Jorge Jesus e Leonardo Jardim defrontaram-se posteriormente, a 11 de fevereiro, tendo sido a equipa da casa a sair vitoriosa (2-0).

Ainda no domingo (9 de fevereiro), o Futebol Clube do Porto conseguiu uma vitória folgada sobre o Paços de Ferreira, sem sofrer qualquer golo. Apesar dos assobios no início do jogo, a formação azul e branca conseguiu fazer a bola chegar às redes da baliza da formação pacense por três vezes.

Ao cair da noite tempestuosa de domingo, no Minho jogava-se o clássico da região - Sp. Braga e Gil Vicente mediam forças no Estádio AXA. Os bracarenses revelaram-se mais fortes que a formação de Barcelos, vencendo por quatro bolas a uma.

Na segunda-feira (10 de fevereiro), o Estoril regressava às vitórias, no Estádio Municipal de Coimbra, derrotando a Académica por uma bola a zero.

Tabela classicativa:

tabela  18ª jornada

{module Always On}

{module Pub}

Pin It