Entre as novidades apresentadas no Dia do Santander no Técnico, intitulado "O Futuro é Agora", destaca-se o Prémio E.Awards@Técnico, que tem agora a sua primeira edição e conta com o apoio do Santander Universidades. O primeiro prémio para o melhor projeto de empreendedorismo chama-se Best E.Project by Santander, sendo ainda distinguidos com menções honrosas dois outros projetos.

O novo concurso visa premiar projetos de inovação e empreendedorismo concebidos por estudantes do IST inscritos em unidades curriculares de Empreendedorismo. São candidatos todos os estudantes inscritos no primeiro semestre do ano letivo 2018-2019.

Inês Oom de Sousa, administradora do Santander Totta, realçou a importância desta parceria e disse: "procuramos estar sempre na linha da frente no apoio que damos aos estudantes e docentes universitários". E acrescentou: "Acreditamos que o conhecimento é a melhor ferramenta para enfrentar o futuro e a parceria com o Técnico é uma prova de que vale a pena apostar no ensino superior, no fomento do empreendedorismo, da mobilidade e da empregabilidade". O dia foi também marcado por testemunhos de professores e estudantes que participaram em programas, apoiados pelo Santander Universidades, como o Start up funds@Técnico, o Babson Build Program, passando pelo European Innovation Academy, que se realizou este ano pela segunda vez em Portugal. Responsáveis das duas instituições procederam também à entrega dos Técnico Business Cards e à atribuição dos Prémios Santander CA2ECTécnico 2018/19 e dos Prémios TecInnov Santander 2018.

Entre os projetos vencedores, conta-se o "Projeto de Sustentabilidade Energe?tica Mo?vel", criado com o objetivo de projetar e construir veículos elétricos altamente eficientes, representando o Técnico na Greenpower, uma competição internacional, mas também o "Técnico Solar Boat", um barco movido a energia solar. O projeto "Jornadas e Lisbon Case Study Competition" do Núcleo de Estudantes de Engenharia e Gestão Industrial também foi premiado. Esta competição tem por objetivo pôr à prova diversas equipas das melhores faculdades de Lisboa, procurando fomentar uma competição saudável entre os alunos, bem como expô-los perante possíveis empregadores. O "HackerSchool: Maker Challenge" também recebeu um galardão. Este projeto tem as suas atividades centradas num programa de workshops e open-days, que ambicionam desenvolver e disseminar a paixão pela tecnologia.

 

{module PUB_2}

{module ALWAYS_ON_2}

 

Pin It