Tempo para balanço do trabalho já realizado até ao momento no âmbito deste projeto e para frisar quão útil é a partilha de boas práticas entre instituições, neste tema cada vez mais central, “que já não vai sair da agenda”. Assim acredita Rui Marques, CEO da Forum Estudante e do ORSIES, conforme frisou na sua mensagem de boas-vindas aos mais de 70 representantes de Instituições de Ensino Superior (ISE) ali presentes. A Responsabilidade Social das IES não é uma moda, ou não estivesse também o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior muito interessado em acompanhar este tema, ao ponto da tutela manter o seu apoio a esta rede.

António Belo, Vice-presidente do Politécnico de Lisboa, sublinhou que “esta experiência é muito gratificante e enriquecedora”. “É sempre útil saber o que cada IES faz e poder partilhar as boas práticas”. Nesse sentido, o anfitrião daquela Escola Superior centenária alertou os participantes para a conferência internacional de Corporate Social Responsability, a realizar na Escola Superior deTecnologias da Saúde, a 27 de julho.

Imagem 2
Metodologias e primeiras conclusões
Na parte da manhã, estas Jornadas foram palco da apresentação do grupo de trabalho sobre Indicadores de Responsabilidade Social das Instituições de Ensino Superior, a cargo de Susana Fonseca (ISCTE-IUL) e Joana Lobo Fernandes (ESEC-IPC). Construir uma ferramenta para fazer o diagnóstico das práticas de Responsabilidade Social (RS) foi aqui o grande desafio. Conforme confessou a primeira das interlocutoras, a “diferença entre RS universitária e corporativa provocou-nos a necessidade de ir mais atrás em relação ao Livro Verde”, a tal publicação de 2018 sobre as boas práticas de responsabilidade social nas IES.

Este grupo de trabalho seguiu uma metodologia de cocriação semelhante e encontra-se em fase-piloto de implementação da dita ferramenta de diagnóstico. “Não pretende fazer um ranking das IES em temos da RS, mas antes ser uma ferramenta que faça uma reflexão voluntária de cada IES sobre as suas boas práticas, envolvendo a comunidade académica e parceiros. É uma tomada de consciência do ponto onde nos encontramos, as que foram consideradas no ponto desejável de que forma a puderem ser melhoradas e aquelas que ainda podem ser implementadas”, admitem as autoras. À apresentação seguiu-se uma sessão de Q&A, tal como aconteceria já da parte da tarde, após a apresentação do grupo de trabalho sobre Aprendizagem e Serviço (APS), dessa feita a cargo de Carmo Themudo (UCP Porto) e Ana Oliveira (UCP Lisboa).

Imagem 4

Também nesta área “estamos em diferentes níveis de desenvolvimento nas IES”. “Há um longo caminho para perceber se o que se faz é mesmo APS”, com a certeza de que “APS e voluntariado são diferentes e têm que existir os dois”, avisam as autoras. “O trabalho tem que ter continuidade. E aí, podemos pensar numa plataforma que nos permita trabalhar em conjunto e crescer juntos. 2020 devia ser um ano de formação”. Afinal, a formação com Pilar Aramburuzabala, da Universidad Autónoma de Madrid, foi decisiva para por a funcionar esta engrenagem logo no início dos trabalhos.

A partilha internacional foi também o que motivou o convite lançado a Katia Mori, Coordenadora da Rede Brasileira de Aprendizagem Solidária, para ali nos contar a sua experiência. Os níveis de integração no plano político-pedagógico (PPP) de cada escola foi apenas uma das muitas questões pertinentes abordadas nesta intervenção.

Imagem 3

Com olhos no futuro próximo
No Biénio 2020/2021, o ORSIES navegará a todo o vapor, conforme revelou Rui Marques na sua segunda intervenção nestas jornadas. O próximo encontro de IES já marcado para 4 de fevereiro, no Instituto Politécnico de Leiria. O evento terá o empreendedor social Fábio Silva como orador-convidado, em representação da Plataforma Transforma Brasil. A Emergência Climática, a promoção do voluntariado no Ensino Superior e a RS das IES na inclusão dos estudantes com necessidades especiais serão alguns dos temas a debater.

A Academia ORSIES - uma proposta residencial de dois dias abarcando distintas ações de formação - é a grande novidade a anotar nos próximos tempos. Mas sobre esta proposta mais será revelado em futuras reuniões. Sabe mais sobre este projeto AQUI.PALAVRA-CHAVE

Pin It