#3 Praça Tiananmen, 1989

A 18 de abril de 1989, este foi o local escolhido pelos estudantes para se manifestarem, reclamando uma abertura democrática no governo chinês. Durante as semanas seguintes, milhares de pessoas juntaram-se aos protestos que se alongaram durante todo o mês de maio.

A 4 de junho, por volta da uma da manhã, as tropas chinesas chegam à Praça Tiananmen. Durante o dia, são disparadas balas na direção dos estudantes e cidadãos presentes, sendo que nunca foi publicada uma contagem de vítimas mortais oficial. Como recordava o New York Times, dez anos depois, “sem informação sólida, os jornalistas que escrevem sobre o evento utilizam a mesma frase: ‘centenas, talvez milhares’ foram assassinados”.

A imagem mais icónica de Tiananmen mostra um manifestante que, sozinho, corta o caminho a uma coluna de tanques. O autor Ma Jian esteve presente nos protestos e classificou-os, no jornal The Guardian, como “um momento definidor da [sua] geração”, destacando “a nobreza das suas aspirações e o poder do seu legado”.


Clica nas setas abaixo, para conhecer os outros momentos.